Compartilhe

FUNES realiza tributo ao músico Nilsão Batista nesta sexta, em Patos

Por Politica pra Quem Gosta    Quinta-Feira, 28 de Outubro de 2021


A Fundação Ernani Sátyro (Funes) realiza na próxima sexta-feira, dia 29 de outubro, um grande tributo a Nilson Batista, nosso querido “Nilsão”. Em 2021, completam-se 10 anos da partida desse grande músico e ativista cultural que contribuiu muito com a cultura da nossa região. O evento acontecerá na Rua Tiradentes, por trás da FUNES.

A homenagem contará com muita música e alegria. O evento terá inicio às 19h com a apresentação da Banda do 3º Batalhão de Polícia Militar. Em seguida, se apresentam Yoná Dantas (filha de Nilsão), acompanhada dos músicos Lodim, Iran e Edinho.

Na sequência, prestaram sua homenagem Rogério Dantas, Zuza do Forró e Miguel Félix. Encerrando os trabalhos, um show com a cantora patoense Isabella Fernandes.

O tributo contará ainda com a presença de amigos, familiares e admiradores. Na oportunidade, será entregue uma mensão honrosa póstuma a família pelos grandes serviços prestados a Fundação Ernani Sátyro e a cultura patoense.

Nilsão era biomédico, só que foi através da música que ele ganhou uma visibilidade imensa. Era músico, intérprete, produtor musical e compositor, sendo um dos fundadores da Associação do Trabalhador Cultural de Patos (ASTRAL).

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

Data: 29 de outubro (sexta-feira) – 19:00

Local: Rua Tiradentes (Por trás da Fundação Ernani Sátyro) Programação:

19:00 – Abertura com a Banda de Música do 3o Batalhão de Polícia Militar 20:00 – Yoná Dantas (filha de Nilsão) com os músicos Lodim, Iran e Edinho.

20:30 – Rogério Dantas, Miguel Félix e Zuza do Forró

21:30 – Isabela Fernandes

« Voltar

EM ALTA

Obra de artista de Patos vira referência em exposição em Minas Gerais

HOMENAGEM

Músicos pernambucanos homenageiam o saudoso Derréis

Veja também...

ESPERANÇA

Vasco precisa de mais oito vitórias para voltar à Série A, calculam matemáticos

ELEIÇÕES 2022

Pesquisa BTG/FSB: Lula sobe e chega a 45%, enquanto Bolsonaro se mantém em 34%

ELEIÇÕES 2022

Defesa de Ricardo Coutinho recorre novamente ao STF para tentar reverter inelegibilidade