Compartilhe

FUNES realiza tributo ao músico Nilsão Batista nesta sexta, em Patos

Por Politica pra Quem Gosta    Quinta-Feira, 28 de Outubro de 2021


A Fundação Ernani Sátyro (Funes) realiza na próxima sexta-feira, dia 29 de outubro, um grande tributo a Nilson Batista, nosso querido “Nilsão”. Em 2021, completam-se 10 anos da partida desse grande músico e ativista cultural que contribuiu muito com a cultura da nossa região. O evento acontecerá na Rua Tiradentes, por trás da FUNES.

A homenagem contará com muita música e alegria. O evento terá inicio às 19h com a apresentação da Banda do 3º Batalhão de Polícia Militar. Em seguida, se apresentam Yoná Dantas (filha de Nilsão), acompanhada dos músicos Lodim, Iran e Edinho.

Na sequência, prestaram sua homenagem Rogério Dantas, Zuza do Forró e Miguel Félix. Encerrando os trabalhos, um show com a cantora patoense Isabella Fernandes.

O tributo contará ainda com a presença de amigos, familiares e admiradores. Na oportunidade, será entregue uma mensão honrosa póstuma a família pelos grandes serviços prestados a Fundação Ernani Sátyro e a cultura patoense.

Nilsão era biomédico, só que foi através da música que ele ganhou uma visibilidade imensa. Era músico, intérprete, produtor musical e compositor, sendo um dos fundadores da Associação do Trabalhador Cultural de Patos (ASTRAL).

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

Data: 29 de outubro (sexta-feira) – 19:00

Local: Rua Tiradentes (Por trás da Fundação Ernani Sátyro) Programação:

19:00 – Abertura com a Banda de Música do 3o Batalhão de Polícia Militar 20:00 – Yoná Dantas (filha de Nilsão) com os músicos Lodim, Iran e Edinho.

20:30 – Rogério Dantas, Miguel Félix e Zuza do Forró

21:30 – Isabela Fernandes

« Voltar

NO AR

Confira os filmes e séries que chegam na Netflix em fevereiro

FESTÃO

Bruno Cunha Lima lança Carnaval da Paz 2022 em Campina

Veja também...

DUELO GRANDE

Wesley Safadão será atração musical de luta entre Whindersson e Popó

DECIDIDO

Justiça arquiva caso do triplex do Guarujá; defesa de Lula reforça tese de lawfare e acusa Moro

REVOLTA

Técnico Reinaldo quebra silêncio após demissão do comando do Nacional