Compartilhe

Lava do tamanho de prédios escorre do vulcão de La Palma, na Espanha

Por G1    Segunda-Feira, 11 de Outubro de 2021


Três semanas desde que sua erupção afetou a vida de milhares de pessoas, o vulcão da ilha espanhola de La Palma ainda expele rios de lava sem sinais de cessação. Neste domingo (10), a lava derretida foi tão grande quanto prédios de três andares e uma série de tremores balançou a terra no local.

O novo fluxo de rocha derretida que contribuiu para a destruição de mais de 1.100 edifícios. Tudo no caminho da lava — casas, fazendas, piscinas e edifícios industriais na área predominantemente agrícola — foi consumido.

Houve 21 movimentos sísmicos, o maior deles medido em 3.8, afirmou o Instituto Geológico Nacional Espanhol (ING), fazendo a terra tremer nas vilas de Mazo, Fuencaliente e El Paso.

Houve 21 movimentos sísmicos, o maior deles medido em 3.8, afirmou o Instituto Geológico Nacional Espanhol (ING) — Foto: ASSOCIATED PRESS

O colapso de parte do cone vulcânico no sábado enviou uma inundação de lava vermelha brilhante derramando do cume Cumbre Vieja que inicialmente se abriu em 19 de setembro. O fluxo rápido carregou grandes pedaços de lava que já haviam endurecido. Um parque industrial logo foi engolfado.

“Não podemos dizer que esperamos que a erupção que começou há 21 dias termine em breve”, disse Julio Pérez, o ministro regional da Segurança nas Ilhas Canárias.

La Palma faz parte das Ilhas Canárias da Espanha, um arquipélago do Oceano Atlântico ao largo do noroeste da África cuja economia depende do cultivo da banana-da-terra das Canárias e do turismo.

População observa enquanto lava escorre de vulcão em La Palma — Foto: AP Photo/Daniel Roca

Os novos rios de lava não forçaram a evacuação de mais residentes, uma vez que estão todos dentro da zona de exclusão que as autoridades criaram. Cerca de 6.000 residentes foram evacuados imediatamente após a erupção inicial.

Especialistas do governo estimaram que o maior dos fluxos de lava mede 1,5 km (0,9 milhas) em seu ponto mais largo, enquanto o delta da nova terra que está sendo formada onde a lava está fluindo para o Atlântico atingiu uma superfície de 34 hectares (84 acres).

O comitê científico que assessora o governo disse que se o delta continuar a crescer em direção ao mar, partes dele podem se quebrar. Isso geraria explosões, emissões de gases e grandes ondas, disse o porta-voz do comitê José María Blanco, mas não deve representar um perigo para quem está fora da zona proibida.

Lava derretida tão grandes quanto prédios de três andares escorreram pela encosta na ilha espanhola de La Palma neste domingo (10) — Foto: AP Photo/Daniel Roca

A indústria do turismo nas Ilhas Canárias já foi duramente atingida pela pandemia, e as autoridades pedem aos turistas que não fiquem longe.

“Esta erupção está afetando uma parte da ilha, mas La Palma ainda é um lugar seguro e pode oferecer muito a quem a visita”, disse Mariano Hernández, principal autoridade da ilha.

A última erupção em La Palma, há 50 anos, durou pouco mais de três semanas. A última erupção em todas as Ilhas Canárias ocorreu debaixo d'água na costa da ilha de El Hierro em 2011 e durou cinco meses.

O fluxo de lava, com temperaturas de até 1.240 graus celsius, destruiu os últimos edifícios que resistiam na vila de Todoque — Foto: AP Photo/Daniel Roca

« Voltar

IMPRESSIONANTE

[VÍDEO] Vulcão de La Palma libera 'tsunami' de lava, compara instituto vulcanológico

INUSITADO

Rara tartaruga de duas cabeças e seis pernas é achada nos EUA

Veja também...

BOA AÇÃO

Secretaria de Assistência Social promove evento e homenageia idosos de Areia de Baraúnas

NO SERTÃO

Imeq-PB vem a Patos realizar aferição de taxímetros

ANÁLISE

Palmeiras faz bom jogo e enfim mostra evolução para a final