Compartilhe

'Banda de Lata' transforma a realidade de crianças e jovens no Cariri

Por G1 Paraíba    Segunda-Feira, 4 de Fevereiro de 2019


É possível produzir música a partir dos mais inusitados objetos. Aqueles materiais que aparentemente não são mais úteis podem se transformar em instrumentos musicais que, além de produzir sons, transformam vidas. É o que prova a Banda Lata Velha, projeto social que surgiu em 2014, sob a coordenação do estudante de Educação Física e professor de capoeira Vagner Dantas, e que hoje atende mais de 100 crianças e jovens na cidade de Zabelê, no Cariri paraibano.

A ideia surgiu de maneira espontânea a partir da necessidade de ampliar as atividades desenvolvidas por Vagner durante sua atuação no Serviço de Convivência (antigo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI) para além da capoeira, visando aumentar o interesse e a participação das crianças.

“Certo dia algumas crianças chegaram tocando algumas latas. No dia seguinte surgiram outras, e a partir de uma brincadeira, resolvemos criar a banda com instrumentos reciclados”, explica o idealizador.

O projeto é composto por integrantes com faixa etária entre 6 e 21 anos do Serviço de Convivência de Zabelê. Os próprios jovens fabricam seus instrumentos musicais a partir de materiais recicláveis como pneus, latas, panelas, baldes e tampas que recolhem na comunidade. Além de ocupar os horários livres dos jovens, retirando-os das ruas e da proximidade com o crime, o projeto viabiliza ainda a convivência com a música para aqueles que não tiveram a oportunidade de participar de bandas com instrumentos tradicionais.

 

Projeto é composto por integrantes com faixa etária entre 6 e 21 anos do Serviço de Convivência de Zabelê — Foto: Divulgação/Vagner Dantas

Projeto é composto por integrantes com faixa etária entre 6 e 21 anos do Serviço de Convivência de Zabelê — Foto: Divulgação/Vagner Dantas

A primeira apresentação da Banda Lata Velha aconteceu no dia 6 de setembro de 2015 e, desde então, o desfile ocorre todos os anos expondo o resultado das aulas desenvolvidas. “No início houve certa dificuldade para as pessoas acreditarem no projeto. Na época, em 2014, apenas os próprios alunos e os funcionários do Serviço apoiaram a ideia. Hoje, após os resultados positivos do projeto, a banda conquistou o reconhecimento da cidade”, acrescenta Vagner.

Para participar das aulas, que são oferecidas de forma gratuita, os alunos precisam estar comprometidos com as atividades escolares e não fazerem uso de substâncias ilícitas. Assim, o projeto cumpre sua função de desenvolvimento social, tendo em vista que muitos alunos, estimulados pelo projeto, já atuam como músicos em bandas tradicionais e fizeram da arte o caminho para uma vida mais digna.

 

Muitos alunos, estimulados pelo projeto, já atuam como músicos em bandas tradicionais. — Foto: Divulgação/Vagner Dantas

Muitos alunos, estimulados pelo projeto, já atuam como músicos em bandas tradicionais. — Foto: Divulgação/Vagner Dantas

Segundo Vagner, a ideia inspirou outras cidades, como em São Sebastião do Umbuzeiro, onde nasceu a "Bate Lata Umbuzeirense", assim como Sumé, com a "Banda Agroecológica José Gonçalves" e São José dos Cordeiros, que criou a "Banda Agroecológica".

Além disso, a Banda Fanfarra Lata Velha já foi tema de um Projeto de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), campus Campina Grande e premiado em encontros e festivais de bandas. “Além das aulas, tem também a parte social. Todo ano a banda promove o projeto ‘Fazer o bem’, no qual os alunos, através de gincanas, arrecadam alimentos que são distribuídos para a comunidade carente. A ação mais recente distribui cerca de 20 cestas básicas”, completou Vagner Dantas.

« Voltar

FOLIA DE RUA

FUNDAP abre programação de carnaval com Bailinho para as crianças

THE VOICE KIDS

Lívia Valéria e Helô Wanderley são homenageadas pela Câmara de Patos com voto de aplauso

Veja também...

MUDANÇAS

Reforma da Previdência: entenda os principais pontos da proposta apresentada pelo governo

MUDANÇAS

Reforma vai extinguir aposentadorias especiais para parlamentares

MUDANÇAS

Governo quer transformar Hospital Regional de Patos em centro de referência para especialidades' afirma secretário