Compartilhe

Papa Francisco volta a dizer que há um ar de viadagem na Igreja

Por Metrópoles    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024


Em uma conversa com padres de Roma, o papa Francisco teria dito que “existe um ar de viadagem no Vaticano“.

O papa afirmou ainda que a igreja não deveria permitir que homens com “tendências homossexuais” entrem para o seminário e se tornem sacerdotes.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (11/6) pela agência italiana de notícias Ansa.

Recentemente, o papa teve de pedir desculpas por usar a palavra viadagem (frociaggine, no original em italiano). Uma nota do Vaticano afirmou que a fala do papa foi no sentido de reforçar o acolhimento de pessoas LGBTQ+ pela Igreja Católica, mas que seria necessário cautela para que elas não se tornem seminaristas.

A afirmação do papa Francisco de que os seminários estão “cheios de viadagem” foi revelada por jornais italianos no último dia 27. A frase teria sido dita no dia 20 de maio.

À época, bispos que estavam com o papa afirmaram que Francisco não teria “consciência” de que o termo é ofensivo para as pessoas.

Desde o início do pontificado, em 2013, o papa Francisco prega uma Igreja Católica com perfil mais acolhedor para pessoas LGBTQ+.

« Voltar

SUCESSO

Will Smith lança sua primeira música gospel sobre manter a fé em meio às tempestades

COMPROMISSO

Organização relata desafios para levar Bíblias a cristãos perseguidos: 'Assumimos o risco'

Veja também...

MAIS SAÚDE

Hospital Regional de Patos passará a contar com neurocirurgiões no começo de 2025

EXPLICAÇÃO

Lua do Veado: entenda o que é o fenômeno visto em todo o Brasil

CUIDADOS

Previsão de umidade muito baixa gera alerta para Patos