Compartilhe

Partido de Bolsonaro protocola Representação no TSE pedindo invalidação das eleições

Por Vicente Conserva    Terça-Feira, 22 de Novembro de 2022


O Partido Liberal (PL), sigla do presidente Jair Bolsonaro, derrotado nas urnas por Luís Inácio Lula da Silva (PT), apresentou uma Representação Eleitoral para Verificação Extraordinária na qual questiona o resultado do segundo turno da eleição presidencial, realizado no último dia 30 de outubro.

De acordo com o relatório apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgado nesta tarde pelo site O Antagonista, o presidente Jair Bolsonaro recebeu 51,05% dos votos na disputa com Lula.

 

(Foto: reprodução)

 

“Os únicos votos que podem ser idoneamente considerados como válidos, porquanto auditáveis e fiscalizáveis, na eleição geral referente ao Segundo Turno do pleito eleitoral de 2022 são aqueles decorrentes das urnas modelo UE2020”, argumenta o partido no documento protocolado.

A estratégia de questionamento da eleição pelo partido de Bolsonaro tem como base um documento assinado por Carlos Rocha, presidente do Instituto Voto Legal (IVL); seu vice Márcio Abreu, engenheiro eletrônico, e o membro associado Flávio Gottardo de Oliveira, engenheiro aeronáutico, ambos formados no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

Eles partem da premissa de mau funcionamento das urnas eletrônicas antigas. Segundo eles, estudos estatísticos teriam identificado “interferência indevida nos percentuais de votação dos candidatos”.

« Voltar

EXPECTATIVA

Governo não descarta possibilidade de pedir extradição de Bolsonaro, diz Flávio Dino

FORA DO TOM

Michelle Bolsonaro descarta candidatura em 2026: 'não tenho interesse'

Veja também...

NA PARAÍBA

Auditoria do TCE aponta nepotismo e investiga supersalário de genro do governador da Paraíba

NA PARAÍBA

Operação da Polícia Federal mira fraudes milionárias na Previdência em três cidades da Paraíba

NO SERTÃO

Secretária diz que Educação municipal de Patos tem foco na qualidade e excelência do ensino