Compartilhe

Polícia deflagra operação contra grupo suspeito de movimentar R$ 10 milhões em fraudes na Paraíba

Por Redação 40 Graus com Assessoria    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024


A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quarta-feira (10) mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão no bairro Expedicionários, em João Pessoa, como parte da operação “Mão Fantasma”. A ação, coordenada pela Delegacia de Crimes Cibernéticos (DECC) da capital paraibana, visa desmantelar uma organização criminosa suspeita de movimentar aproximadamente R$ 10 milhões em fraudes financeiras.

O esquema, investigado pela Polícia Civil de Santa Catarina, envolve a venda de contas falsas com dados de terceiros e o uso desses dados para cometer fraudes financeiras digitais contra bancos e pessoas físicas. O grupo criminoso atuava em pelo menos seis estados brasileiros, incluindo Paraíba, São Paulo e Bahia.

De acordo com o delegado João Ricardo, titular da DECC, o homem preso durante a operação em João Pessoa não apenas participava das fraudes, mas também oferecia treinamentos sobre como realizá-las. “A investigação apontou que o indivíduo preso estava diretamente envolvido na disseminação de técnicas fraudulentas e na venda de contas bancárias falsas”, afirmou o delegado.

A operação “Mão Fantasma” foi iniciada após um trabalho conjunto de inteligência entre as delegacias de crimes cibernéticos dos estados envolvidos.

« Voltar

NO SERTÃO

Zé Bigode é preso suspeito de homicídio em Pombal

NA PARAÍBA

Polícia desarticula quadrilha que agia em Patos em fraudes contra o Banco Nubank

Veja também...

ROMANTISMO

Falta um mês para o show de Fábio Jr. em João Pessoa

MAIS SAÚDE

Hospital Regional de Patos passará a contar com neurocirurgiões no começo de 2025

EXPLICAÇÃO

Lua do Veado: entenda o que é o fenômeno visto em todo o Brasil