Compartilhe

Morre Clemildo Brunet de Sá, grande nome do radialismo paraibano

Por Redação 40 Graus    Domingo, 4 de Fevereiro de 2024


Faleceu neste sábado (3), aos 73 anos, o radialista Clemildo Brunet de Sá, no Hospital Regional de Pombal. Considerado um ícone da radiofonia local, Clemildo enfrentava problemas de saúde, agravados por um AVC e outras sequelas.

Precursor da radiofonia em Pombal, atuou em diversas emissoras na região. Seu último trabalho foi na Liberdade FM, apresentando o programa “Saudade não tem idade”. Recebeu homenagens da Assembleia Legislativa, sendo condecorado com a medalha “Epitácio Pessoa” e a Comenda “Mérito Jornalístico Assis Chateaubriand”.

Além de radialista, Clemildo também era escritor, autor de obras como “Histórias do Rádio em Pombal” e “Memórias & Legados”.

O velório ocorrerá na igreja evangélica Presbiteriana a partir das 23 horas deste sábado, com um culto no domingo às 8 horas. A Câmara municipal realizará uma sessão especial em sua homenagem, seguida pelo sepultamento no cemitério São Francisco.

« Voltar

SEM SORTUDO

Mega-Sena acumula, e prêmio vai a R$ 205 mi; veja os números

NA PARAÍBA

Mãe comemora nascimento de filha em 29 de fevereiro: ‘foi o dia perfeito’

Veja também...

SEGUNDA-FEIRA, 04

SEGUNDA, 04 - VOCÊ NÃO PODE PERDER: A peregrinação dos vereadores e trama da Baronesa

ELEIÇÕES 2026

Veneziano diz que segue contando com apoio de Lula em 2026, 'Me conhece'

NA PARAÍBA

Moradores do Novo Horizonte, em Patos, comemoram a conclusão de calçamento em ruas