Compartilhe

Fumar cigarro eletrônico pode aumentar o risco de cárie nos dentes, aponta estudo

Por G1    Quinta-Feira, 24 de Novembro de 2022


O uso de cigarro eletrônico, conhecido também como "vape", está associado a um risco maior de cáries. É o que aponta um estudo publicado no The Journal of the American Dental Association.

Segundo os pesquisadores, cerca de 79% dos pacientes que usavam os vapes tinham um alto risco de cárie, em comparação com 60% do grupo controle.

Os professores da Tufts University explicaram que os líquidos utilizados nos cigarros eletrônicos contêm propilenoglicol, glicerina, nicotina e uma grande variedade de sabores, muitos dos quais são doces.

O estudo demonstrou que os aerossóis vaporizadores alteram o microbioma oral, tornando-o mais hospitaleiro para bactérias causadoras de cáries. "Também foi observado que o vaporizador parece estimular a cárie em áreas onde geralmente não ocorre - como as bordas inferiores dos dentes da frente", alerta a pesquisa.

“É importante entender que se trata de dados preliminares”, diz Karina Irusa, principal autora do estudo.

Irusa explica que a pesquisa não é 100% conclusiva e que mais estudos precisam ser feitos. No entanto, reforça que as pessoas precisam estar cientes dos riscos de usar o cigarro eletrônico. A autora quer examinar mais de perto como o vaping afeta a microbiologia da saliva.

« Voltar

NA PARAÍBA

Reajuste de mensalidade das escolas na Paraíba em 2023 será entre 10% e 15%

NA PARAÍBA

PF deflagra operação e cumpre 24 mandados contra facção criminosa na Paraíba

Veja também...

NO SERTÃO

Vereadoras do Republicanos são reeleitas presidente e vice da Câmara de Malta

NO SERTÃO

Polícia militar apreende duas armas de fogo em Cacimbas

NOVIDADE

Procon/Patos informa cronograma de dezembro das farmácias de plantão