Compartilhe

TJDF-PB adia julgamento de ação do Esporte por que jogadores do Internacional não foram localizados

Por Globo Esporte PB    Quinta-Feira, 1 de Dezembro de 2022


O Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB) suspendeu o julgamento sobre uma suposta escalação irregular do Internacional-PB, na 3ª divisão do Campeonato Paraibano. O Colorado seria julgado na quarta-feira, mas, segundo Karla Leite, presidente da Comissão Disciplinar do TJDF-PB, os atletas envolvidos na denúncia do Esporte de Patos não foram localizados e precisam ser ouvidos, pois são peças fundamentais no processo.

O julgamento aconteceria em sessão extraordinária do TJDF-PB, por uma suposta escalação irregular do Internacional-PB na partida da 1ª rodada da Terceirona, no dia 13 de novembro, contra o Esporte de Patos, na qual o Colorado venceu por 2 a 1.

O Esporte de Patos, denunciante no caso, alega que o jogador de camisa 13, único atleta que estava no banco de reservas do Inter-PB e que estava na súmula da partida com o nome de Jefferson, na verdade, não era Jefferson, pois no número de registro da CBF os documentos são de Fabrício. O clube ainda diz que quem entrou em campo nem foi Jefferson e nem Fabrício, mas sim um terceiro garoto, chamado João Pedro, que sequer tem vínculo com o Colorado.

Montagem feita pelo Esporte de Patos, mostrando João Pedro vestindo a camisa do Auto Esporte, ao lado de uma imagem registrada na partida pela terceira divisão, com númeração 13, que na súmula consta como sendo de Jefferson — Foto: Reprodução

O TJDF-PB julgaria se a denúncia seria procedente e, caso entendesse que sim, o Internacional-PB perderia 6 pontos e, consequentemente, o título da Terceirona e o acesso para a 2ª divisão de 2023. O título ficaria com o Pombal, e o Esporte de Patos subiria da terceira para a segunda colocação, herdando a outra vaga na Segundona do próximo ano.

A sessão da quarta-feira chegou a ser aberta, mas, segundo Karla Leite, presidente da Comissão Disciplinar do TJDF-PB, o relator do caso, Rogério Ramalho, pediu adiamento, alegando que os jogadores envolvidos não foram localizados e que precisam ser ouvidos, pois são peças fundamentais no processo.

Ainda segundo Karla Leite, os jogadores serão intimados novamente, assim como também serão intimados para serem ouvidos o árbitro e o delegado da partida e o presidente do Internacional-PB. Além disso, o TJDF-PB solicitará que a Federação Paraibana de Futebol (FPF-PB) anexe ao processo o extrato do BID dos atletas.

A data da nova sessão ainda não foi marcada, mas possivelmente acontecerá na próxima semana.

« Voltar

CARIOCA 2023

Vasco vence Nova Iguaçu sem esforço e evolui antes do primeiro clássico

MUNDIAL

Decisões erradas de cima, do banco e no campo marcam vexame do Fla

Veja também...

NA PARAÍBA

Auditoria do TCE aponta nepotismo e investiga supersalário de genro do governador da Paraíba

NA PARAÍBA

Operação da Polícia Federal mira fraudes milionárias na Previdência em três cidades da Paraíba

NO SERTÃO

Secretária diz que Educação municipal de Patos tem foco na qualidade e excelência do ensino