Compartilhe

TJDF-PB determina não homologação da 3ª divisão do Paraibano até o julgamento do Internacional-PB

Por Globo Esporte PB    Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2022


Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Paraíba (TJDF-PB) marcou para o dia 30 de novembro o julgamento sobre uma possível irregularidade do Internacional-PB na 3ª divisão do Campeonato Paraibano. Consequentemente, o órgão determinou que a Federação Paraibana de Futebol (FPF-PB) não homologue o resultado da competição até que haja o resultado deste julgamento. A entidade cumprirá a determinação. Vale lembrar que o Inter foi o grande campeão do torneio e, consequentemente, conseguiu o acesso à 2ª divisão do estadual em 2023.

Na última semana, ainda com a Terceirona em andamento, o Esporte de Patos entrou com uma Notícia de Infração junto ao TJDF-PB, alegando que o único jogador que esteve no banco de reservas do Inter naquele jogo, que usava a camisa 13 e que foi identificado na súmula como Jefferson, na verdade não era Jefferson, pois no número de registro da CBF os documentos são de Fabrício. O clube ainda diz que quem entrou em campo nem foi Jefferson e nem Fabrício, mas sim um terceiro jogador, que sequer tem vínculo com o Colorado.

Nessa segunda-feira a Comissão Disciplinar do TJDF-PB acatou o pedido, afirmando em documento que o caso apresentado demonstra fortes indícios de irregularidade na escalação, e que as provas anexadas aos autos levam a crer que os fatos realmente tenham acontecido. No entanto, maiores apurações ainda serão realizadas e o julgamento acontecerá no próximo dia 30, em sessão extraordinária TJDF-PB.

Decisão do TJDF-PB em suspender a homologação do Campeonato Paraibano da 3ª divisão foi divulgada nessa segunda-feira — Foto: Divulgação / TJDF-PB
Decisão do TJDF-PB em suspender a homologação do Campeonato Paraibano da 3ª divisão foi divulgada nessa segunda-feira — Foto: Divulgação / TJDF-PB

O documento assinado por Karla Leite, presidente da Comissão Disciplinar, determina que a FPF-PB só homologue o resultado da 3ª divisão após este julgamento, que pode punir o Internacional-PB segundo o que rege o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Após ser notificada de forma oficial, a entidade máxima do futebol paraibano acatou a decisão.

Vale lembrar que o CBJD determina, em seu artigo 214, que, “aquele que incluir na equipe, ou faça constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente, seja punido com a perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 a R$ 100 mil.”

Em caso de concretização da punição ao Internacional-PB, o cenário final da 3ª divisão será totalmente alterado. Isso porque, campeão com duas vitórias e uma derrota em três jogos — mesma campanha do Pombal EC — o Colorado perderia três pontos pela irregularidade além dos pontos conquistados na partida. Logo, por ter vencido o confronto, perderia ao todo seis pontos, cairia da primeira para a quarta colocação e, além do título ser passado para o Pombal, também perderia o acesso à Segundona para o Esporte de Patos.

O que dizem os clubes?

O ge Paraíba procurou os representantes do Esporte de Patos, Pombal Esporte Clube e Internacional-PB, principais equipes envolvidas na situação. O Miramar de Cabedelo, lanterna da competição com apenas um ponto, não se beneficiará de uma possível punição ao Inter e, por isso, não se pronunciou até a publicação desta matéria.

ESPORTE DE PATOS

— Identificamos essa situação ainda no decorrer do campeonato. Percebendo que poderia não haver tempo hábil para ser analisado, entramos com uma ação junto ao TJDF-PB, solicitando que não fosse feita a homologação do campeão e do vice do campeonato até que fosse resolvido esse imbróglio. Agora nos resta aguardar — Pedro Leitão, diretor de marketing do Patinho.

POMBAL ESPORTE CLUBE

— As imputações de incidência do art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva atribuídas ao Internacional-PB são acusações muito graves e que devem ser apuradas urgente e rigorosamente em toda a sua extensão para o bem e lisura da 3ª divisão do Campeonato Paraibano — Teófilo Júnior, presidente do Pombal EC.

INTERNACIONAL-PB

— Recebemos com surpresa a denúncia formulada pela equipe do Patos e com mais surpresa ainda, o posicionamento do TJDF-PB, em suspender a homologação do resultado do campeonato. Na noite de ontem fomos notificados da denúncia, estamos analisando todos os termos. Mas podemos adiantar que, as supostas irregularidades apontadas pela equipe de Patos não resistem diante de uma análise, mesmo que perfunctória, pois não existem quaisquer irregularidades na escalação de atletas por parte do Internacional Esporte Clube. Estamos absolutamente convictos que a verdade será estabelecida, o título e o acesso do Colorado paraibano será mantido — Daniel Araújo, advogado do Internacional-PB.

« Voltar

DE CHEGADA

Flamengo projeta anúncio de Vitor Pereira; veja outras situações de mercado

MUDANÇAS

Flamengo projeta nova identidade visual do Ninho, miniestádio e 10 campos

Veja também...

NA PARAÍBA

Reajuste de mensalidade das escolas na Paraíba em 2023 será entre 10% e 15%

NA PARAÍBA

PF deflagra operação e cumpre 24 mandados contra facção criminosa na Paraíba

NA PARAÍBA

Chove em vários municípios da PB nas últimas 24h