Compartilhe

Quaest: Aprovação de Lula sobe para 54% e volta a se descolar de reprovação, de 43%

Por G1    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024


O trabalho do presidente Lula (PT) é aprovado por 54% dos eleitores e reprovado por 43%, aponta pesquisa Quaest divulgada nesta quarta-feira (10). Outros 4% não sabem ou não responderam. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

O resultado indica que a aprovação voltou a se descolar da reprovação. Em maio, os percentuais eram de 50% e 47%, o que indicava empate técnico entre os dois indicadores.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas com 16 anos ou mais em 120 municípios entre os dias 5 e 8 de julho. A pesquisa foi encomendada pela Genial Investimentos. O intervalo de confiança é de 95%.

 

Avaliação por grupos

 

A aprovação de Lula entre os eleitores com renda familiar de até 2 salários mínimos de 62% para 69% e a reprovação, de 35% para 26% - a margem de erro nesse grupo é de 4 pontos percentuais. Com o movimento, o presidente passou a ter uma aprovação 43 pontos maior que a reprovação - a maior vantagem desde o início do mandato.

No eleitorado evangélico, Lula continua mais reprovado que aprovado: 52% a 42%. A diferença de 10 pontos, entretanto, é a menor desde outubro de 2023 e está em tendência de queda desde fevereiro de 2024, quando a reprovação do presidente atingiu o ápice nesse grupo, com 62%, e a reprovação, o piso (35%). A margem de erro é de 4 pontos.

 

Entre os eleitores com ensino fundamental, a aprovação foi de 60% para 65% e a reprovação, de 37% para 30% (a margem de erro é de 4 pontos) - a diferença entre os dois indicadores em julho, de 35 pontos, é a 2ª maior desde o início do mandato.

Quando é feito um recorte por idade, houve oscilação dentro da margem de erro entre os eleitores de 16 a 34 e no grupo de 60 anos ou mais. Entre os eleitores de 35 a 59 anos, no entanto, houve descolamento: aprovação passou de 50% para 56% e, reprovação, saiu de 48% para 41%. A margem de erro é de 3 pontos.

A aprovação de Lula entre os eleitores que se declaram pardos aumentou no mês de julho em relação a maio, saindo de 54% para 59%. Enquanto isso, a reprovação saiu de 43% para 37%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais. Entre brancos e pretos, houve oscilação dentro da margem de erro.

Houve queda da reprovação do trabalho de Lula entre homens e mulheres, segundo a Quaest. No público feminino, a reprovação passou de 44% para 39%, enquanto no masculino saiu de 51% para 45%. A aprovação oscilou dentro da margem de erro, que é de 3 pontos: no público feminino passou de 54% para 57%; no masculino foi de 47% para 50%.

« Voltar

CUIDADOS

Previsão de umidade muito baixa gera alerta para Patos

SUCESSO

2º Festival da Galinha de Capoeira promete ser um sucesso neste fim de semana em Santa Gertrudes

Veja também...

FLAGRANTE

Apreendido em Patos carro roubado flagrado por câmeras da PM

ROMANTISMO

Falta um mês para o show de Fábio Jr. em João Pessoa

MAIS SAÚDE

Hospital Regional de Patos passará a contar com neurocirurgiões no começo de 2025