Compartilhe

Papa aconselha padres a serem ágeis e encurtarem homilia para que fiéis 'não cochilem'

Por G1    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024


Os padres devem ser ágeis e encurtar suas homilias para no máximo oito minutos para evitar que fiéis cochilem.

A recomendação foi feita pelo papa Francisco nesta quarta-feira (12). Em audiência semanal no Vaticano, o pontífice disse a padres que a homilia -- a mensagem proferida por um celebrante durante um serviço religioso -- “deve ser curta: uma imagem, um pensamento, um sentimento”.

 

E não deve durar mais de oito minutos porque, segundo Francisco, "depois desse tempo perde-se a atenção e as pessoas adormecem, e com razão”. "Os padres às vezes falam muito e você não entende do que eles estão falando”.

 

Francisco já havia recomendado aos padres que não divagassem em suas homilias, que, no culto católico romano, normalmente segue uma passagem da Bíblia.

A polêmica sobre o uso de linguagem homofóbica por parte do papa Francisco voltou à tona também nesta quarta-feira, depois de a agência de notícias italiana Ansa afirmar que o pontífice voltou a usar uma expressão depreciativa em relação à comunidade LGBTQIA+ durante uma reunião na terça-feira (11).

 

De acordo com a Ansa, Francisco disse que existe um "ar de bichice no Vaticano".

 

No mês passado, papa pediu desculpa depois que a mídia italiana atribuiu a ele o uso da palavra “frociaggine”, um termo vulgar italiano traduzido aproximadamente como “bichice”, durante uma reunião a portas fechadas com bispos italianos em maio.

No entanto, segundo a agência de notícias italiana ANSA, Francisco repetiu o termo na terça-feira ao se encontrar com padres romanos.

« Voltar

SUCESSO

Will Smith lança sua primeira música gospel sobre manter a fé em meio às tempestades

COMPROMISSO

Organização relata desafios para levar Bíblias a cristãos perseguidos: 'Assumimos o risco'

Veja também...

FLAGRANTE

Apreendido em Patos carro roubado flagrado por câmeras da PM

ROMANTISMO

Falta um mês para o show de Fábio Jr. em João Pessoa

MAIS SAÚDE

Hospital Regional de Patos passará a contar com neurocirurgiões no começo de 2025