Compartilhe

Arqueólogos dizem que encontraram a montanha onde Moisés recebeu os Dez Mandamentos

Por Guia Me    Terça-Feira, 5 de Outubro de 2021


Um grupo de arqueólogos do The Doubting Thomas Research Foundation, acredita ter encontrado o tão citado monte Sinai, por onde Moisés liderou os israelitas e onde recebeu os Dez Mandamentos.

A montanha Jabal Maqla pode ser encontrada na cordilheira Jabal al-Lawz, no noroeste da Arábia Saudita. No sítio arqueológico foram encontradas várias evidências que os pesquisadores consideram plausíveis. 

Em declarações ao The Sun, o presidente da Fundação, Ryan Mauro, disse que “um dos motivos pelos quais muitos afirmam que o Êxodo é um mito, é porque pouca ou nenhuma evidência ainda foi encontrada. 

Assista (em inglês):

Sobre as evidências

“Mova-se para a península Arábica e você encontrará evidências incrivelmente convincentes que correspondem ao relato bíblico”, ele disse. 

O pastor, hebraísta e professor de Arqueologia, Luiz Sayão, disse que “não dá para dizer que realmente encontraram, mas há essa possibilidade. Essa sugestão existe já faz um tempo”, ele comentou ao Guiame. “Quando vou ao Egito paro perto de Nuweiba e acho que faz sentido”, compartilhou.


Caminho sob a água, do Egito para Arábia Saudita (Imagem: Captura de tela/Youtube The Ryan Mauro Show)

Acredita-se que Jabal Maqla seja a montanha real devido a vários pontos, incluindo os picos enegrecidos que se acredita terem sido queimados pelo sol ou pelo fogo.  

Foi descoberto um local próximo que parecia ser um altar e, de acordo com os especialistas, pode ser o altar construído por Moisés. Além disso, a montanha também fica perto da praia de Nuweiba, onde Deus abriu o mar para Moisés e os israelitas. 

 

« Voltar

PREGAÇÃO

'Eu evangelizava por trás das câmeras', diz Cris Poli sobre o programa Supernanny

INTOLERÂNCIA

Perseguição aos cristãos já atinge 76 países do mundo

Veja também...

ESPERANÇA

Vasco precisa de mais oito vitórias para voltar à Série A, calculam matemáticos

ELEIÇÕES 2022

Pesquisa BTG/FSB: Lula sobe e chega a 45%, enquanto Bolsonaro se mantém em 34%

ELEIÇÕES 2022

Defesa de Ricardo Coutinho recorre novamente ao STF para tentar reverter inelegibilidade