Compartilhe

[VÍDEO] Delegado dá mais detalhes do confronto em Coremas que resultou na morte de 4 bandidos

Por Vicente Conserva - 40 Graus    Quarta-Feira, 13 de Outubro de 2021


Quatro suspeitos de assaltar bancos foram mortos durante confronto com policiais civis, em Coremas, na Paraíba. O conflito aconteceu durante tentativa de abordagem da Polícia Civil, nesta quarta-feira (13).

O delegado Vitor Melo informou que o grupo era investigado há três meses pela equipe da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco). Eles eram suspeitos de envolvimento em ataques a bancos, roubos, homicídios e tráfico de drogas.

Conforme informações policiais, o quarteto estava há cerca de 15 dias escondido em uma casa no bairro Linha de Ferro, município coremense.

Nesses levantamentos, a Polícia Civil foi informada de que a quadrilha estava se preparando para um roubo de grandes proporções. No dia 8 de outubro, um veículo Tracker foi roubado na cidade de Aparecida (PB), e no dia seguinte (9), criminosos utilizando o mesmo carro tentaram executar duas pessoas – pai e filho – na cidade de Jericó (PB). Uma das vítimas sobreviveu ao ataque e reconheceu Francimar como sendo um dos executores.

As investigações prosseguiram, e a Polícia Civil descobriu que o grupo estaria na cidade de Coremas, onde planejava realizar um grande roubo. Na madrugada dessa quarta-feira, 13, assaltantes explodiram caixas eletrônicos do banco de Paulista (PB), município próximo de Coremas.

“Daí, nós intensificamos as investigações sobre esse grupo e visualizamos dois deles saindo de um carro para entrar em uma casa. Nossas equipes tentaram uma abordagem dentro dos procedimentos convencionais, mas foram surpreendidas com disparos efetuados pelos investigados, que correram para dentro do imóvel. Os policiais foram à captura dos assaltantes e revidaram os tiros de que ainda eram alvos, baleando os atiradores. Eles foram socorridos ao hospital, mas não resistiram”, disse o delegado Diego Beltrão.

Os policiais cercaram a residência e deram voz de prisão, mas os bandidos atiraram contra os agentes.

Com o imóvel cercado, houve intensa troca de tiros com os criminosos que foram todos mortos.

Os feridos ainda foram socorridos até o Hospital de Coremas, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

Três dos homens eram da cidade de Jericó e um de Catolé do Rocha. Eles estavam em posse de um carro Corolla.

Francimar da Silva Araújo, um dos homens mortos, tinha uma vasta ficha criminal, era preso do regime semiaberto e rompeu a tornozeleira eletrônica no dia 6 de outubro deste ano. A Polícia Civil obteve essa informação e passou a investigá-lo.

Os policiais civis encontraram quatro armas, sendo dois revólveres, uma pistola e uma espingarda. 

« Voltar

NA PARAÍBA

Criança de três anos morre afogada em piscina em Sumé

TRÁGICO

Adolescente de bicicleta é atropelado por veículo na BR-230 e fica gravemente ferido, em Patos

Veja também...

NO SERTÃO

Guarda Civil de Patos recebe capacitação e treinamento para coibir crimes ambientais

BOA AÇÃO

Secretaria de Assistência Social promove evento e homenageia idosos de Areia de Baraúnas

NO SERTÃO

Imeq-PB vem a Patos realizar aferição de taxímetros