Compartilhe

3° BPM implementa projetos com práticas esportivas para crianças de Teixeira-PB

Por Assessoria PM    Quarta-Feira, 21 de Setembro de 2022


Na manhã desta segunda-feira, 19/09, aconteceu a solenidade de lançamento de dois projetos sociais a serem implementados na cidade de Teixeira-PB, em parceria com a Prefeitura Municipal.

Na solenidade o comandante do 3° BPM, o TC Esaú, fez a abertura dos projetos, juntamente com Renato Marques, secretário de Finanças, representando o prefeito Wenceslau Marques, e  Marileide Justino, secretária de Educação.

Os projetos serão desenvolvidos com crianças e adolescentes da rede pública de ensino, sendo estes o Bola Solidária, com as modalidades Futsal e Handebol, e Lutando pela paz, com o jiu-jitsu.

Essas ações têm como finalidade utilizar o esporte como formador de cultura, enfatizando a inclusão social, demonstrada como um fator de desenvolvimento e transformação humana, gerando mais saúde, mais disciplina, agregando valores e principalmente, um importante instrumento para capacitar pessoas a ingressarem construtivamente na sociedade.

Por meio da prática esportiva, a Polícia Militar oferecerá um serviço à comunidade através de militares capacitados, proporcionando a inserção social para crianças e adolescentes de 10 a 17 anos.

Os beneficiados pelo projetos receberão gratuitamente todo material necessário para a realização da prática esportiva, recebendo, também, avaliação médica para liberação das atividades propostas.

O objetivo principal do projeto é proporcionar a construção de valores éticos, a promoção de saúde e o vínculo de boas  amizades entre os jovens,  mantendo-os longe das drogas e da violência. 

« Voltar

NO SERTÃO

[VÍDEO] Motorista desrespeita placa de pare e causa acidente em Patos

PERDÃO

Felipe Neto encontra Dilma e pede perdão por ter apoiado impeachment

Veja também...

EXUBERANTE

Paraibana Flay exibe corpão escultural de biquíni

LUTO

Inacinho Sanfoneiro morre de infarto aos 57 anos em Patos

ELEIÇÕES 2022

Ricardo Coutinho participará do pleito e poderá ser votado, diz defesa do ex-governador