Compartilhe

CBF afasta juiz e equipe do VAR após pênalti não marcado para o Grêmio

Por Globo Esporte    Terça-Feira, 19 de Setembro de 2023


Pouco depois de reconhecer erro em pênalti não marcado a favor no Grêmio no empate por 4 a 4 com o Corinthians, nesta segunda-feira, pelo Brasileirão, a CBF decidiu afastar a equipe do VAR envolvida na partida e avalia uma possível punição ao árbitro principal, Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO).

Por enquanto, estão afastados o responsável pela arbitragem de vídeo, Emerson de Almeida Ferreira (MG), e os assistentes do VAR, Johnny Barros de Oliveira (SC) e Michel Patrick Costa Guimarães (MG).

A entidade divulgou vídeo na manhã desta terça-feira no site da Comissão de Arbitragem. Péricles Bassols, gerente técnico do VAR, analisou o lance no qual o cruzamento de Ferreira dentro da área é interceptado por Yuri Alberto com o braço, já nos acréscimos de jogo.

– Aos 49 minutos da segunda etapa, o atleta número 9 da equipe de branco e preto (Yuri Alberto), em ação de bloqueio, com o braço em posição antinatural e aumentando seu espaço corporal, intercepta um cruzamento à área. O bloqueio da bola com o braço nesta ação caracteriza a infração de pênalti, portanto uma penalidade deveria ser marcada no campo de jogo. E quando não marcada, o VAR deveria recomendar revisão para tal ação – afirmou Bassols.

Nos áudios do VAR divulgados pela CBF, é possível notar, após análise de diversos ângulos do lance, que Yuri Alberto intercepta com o braço direito o cruzamento de Ferreira, mas o árbitro de vídeo Emerson de Almeida Ferreira considera que o jogador do Corinthians está "recolhendo o braço":

– O jogador mesmo estando nessa posição, acho que ele está natural para essa disputa de bola, para defesa, não está com a intenção de bloquear. Para mim ele não está com a intenção de bloquear, ele está com a intenção de disputar a bola. É diferente de bloqueio. Ele está recolhendo o braço. Ele não está indo com o braço na direção da bola. Ele está recolhendo. Wilton, lance checado, ok. Pode jogar, o jogador está recolhendo o braço, está em posição de disputa e a bola vai na direção do seu braço.

Durante a análise de Emerson de Almeida Ferreira, o assistente de VAR Michel Patrick Costa Guimarães questiona o colega, mas Emerson mantém a posição.

– Você não acha que está muito aberto, não? Que essa bola passaria se ela não bate no braço? – perguntou o assistente de VAR.

Após a partida, o presidente do Grêmio, Alberto Guerra, classificou o lance como "vergonhoso" e afirmou que o clube deve formalizar reclamação junto à CBF. Já o técnico Renato Portaluppi ironizou o lance e também cobrou explicações da entidade.

Com o empate em 4 a 4 na Neo Química Arena, o Tricolor foi a 40 pontos, em terceiro lugar no Brasileiro. Já o Timão soma 27, em 15º lugar, três pontos à frente da zona de rebaixamento.

« Voltar

BRASILEIRÃO

Vasco vê 'luz no fim do túnel', mas tem Z-4 perto após empate

BRASILEIRÃO

Técnico do Botafogo celebra liderança, mas faz ressalva

Veja também...

DECIDIDO

Ramonilson confirma que será candidato a prefeito e fala em rompimento com Priscila

CRIME NA REDE

Quais são os crimes de quem divulga o 'jogo do tigrinho'

LUTO

Prefeitura de Emas lamenta morte de três mulheres da cidade em acidente na BR-361