Compartilhe

21 detentos e sete agentes penais já foram infectados pela Covid-19 no Presídio de Patos

Por Vicente Conserva - 40 Graus    Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020


A Penitenciária de Segurança Máxima Procurador Romero Nóbrega, em Patos, tornou-se o epicentro da pandemia no sistema penitenciário da Paraíba. 21 detentos já foram contaminados pela COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Além destes, outros sete servidores (policiais penais) e duas servidoras da equipe de saúde que trabalham na referida Penitenciária, também testaram positivo para Covid.

Destes, 19 detentos que foram transferidos para Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em João Pessoa, segundo Plano de Contingência da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), já retornaram após tratamento médico.

As duas servidoras da saúde também já retornaram ao trabalho, segundo informações recebidas pelo Portal 40 Graus. Os demais agentes retornam essa semana ao trabalho.

“Desde o primeiro caso intensificamos as ações de combate à Covid-19 e estamos sempre realizando novos testes. Isso faz com que percebamos que as medidas adotadas pela Secretaria de Administração Penitenciária estão alcançando nosso objetivo, que é conter a propagação do vírus. Afinal, o número de casos descartados supera a quantidade de reeducandos que testaram positivo”, destaca o secretário da pasta Sérgio Fonseca.

« Voltar

NO SERTÃO

Prefeito de Patos regulamenta emissão de carteira do autista

CUIDADO

Paraíba tem o maior número de casos de zika do Brasil

Veja também...

NA PARAÍBA

Patos está entre as cinco cidades com mais feminicídios no Estado; Dr. Érico mostra preocupação

NO SERTÃO

Veículo de tração animal quebra na Ponte do São Sebastião, em Patos

NO SERTÃO

Ferré Maxixe pede exoneração da Agricultura de Patos, mas voltará ao cargo após eleição da Câmara