Compartilhe

Morre mulher Yanomami fotografada em estado grave de desnutrição

Por Brasil 247    Segunda-Feira, 23 de Janeiro de 2023


Morreu a mulher Yanomami fotografada em estado grave de desnutrição, com costelas aparentes e corpo debilitado, em cima de uma balança. A morte dela foi divulgada neste domingo (22) pela associação Urihi. Ela tinha 65 anos e era da comunidade Kataroa, onde há forte presença de garimpeiros ilegais e casos de dezenas de crianças doentes. As informações são do portal G1.

A Terra Indígena Yanomam registra nos últimos anos agravamento na saúde dos indígenas, com casos graves de crianças e adultos com desnutrição severa, verminose e malária, em meio ao avanço do garimpo ilegal.

O cenário de crise sanitária fez com que o Ministério da Saúde decretasse emergência na saúde. Em visita a Boa Vista para acampar de perto a situação, o presidente Lula (PT) classificou a situação dos Yanomami como “desumana”.

Ao informar o óbito, a associação pediu que a imagem dela não seja mais compartilhada nas redes sociais.

« Voltar

EM BRASÍLIA

Bancada paraibana no Congresso Nacional se reúne e discute primeiras prioridades ao Estado

NO SERTÃO

Trânsito de Patos será monitorado por câmeras em pontos estratégicos

Veja também...

NA PARAÍBA

Auditoria do TCE aponta nepotismo e investiga supersalário de genro do governador da Paraíba

NA PARAÍBA

Operação da Polícia Federal mira fraudes milionárias na Previdência em três cidades da Paraíba

NO SERTÃO

Secretária diz que Educação municipal de Patos tem foco na qualidade e excelência do ensino