Compartilhe

Municípios receberão doses atualizadas da vacina da Covid-19 serão enviadas em maio

Por Redação 40 Graus com Agência Brasil    Quarta-Feira, 24 de Abril de 2024


Municípios de diferentes regiões do país devem receber, em maio, mais doses da vacina atualizada contra a Covid-19. A previsão é que 12,5 milhões de doses cheguem à população dentro das próximas semanas.

Essa medida é resultado do contrato de aquisição assinado pelo Ministério da Saúde, na última sexta-feira (19), com a empresa vencedora da licitação emergencial realizada pela pasta. Essa é a primeira vez que empresas concorrentes disputam o fornecimento de vacinas contra a Covid-19 no Brasil. Todas as aquisições anteriores foram feitas em um ambiente sem concorrência.

Desde a aprovação da nova vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em dezembro de 2023, o Ministério da Saúde iniciou o processo de aquisição emergencial, de modo a garantir o abastecimento de toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS).

A medida possibilitou uma economia de R$ 100 milhões, dada a diferença de preço entre as duas propostas apresentadas. Todo o processo de compra ocorreu de forma transparente e foi realizado por meio do sistema Comprasnet.

O Ministério da Saúde tem trabalhado, de forma contínua, para fornecer à população as vacinas mais atualizadas contra a Covid-19, aprovada pela Anvisa e recomentada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Além disso, ressalta também a importância da vacinação como a medida mais segura para prevenir casos graves e óbitos causados pela doença.

ATUALIZAÇÃO – Ainda na semana passada, dia 18, a Anvisa aprovou a atualização da composição da Vacina Covid-19 (recombinante) da empresa Zalika Farmacêutica Ltda.

Essa atualização consiste na alteração da cepa usada como fonte para a produção do antígeno da proteína S (spike) do vírus Sars-CoV-2, causador da doença.

Conforme recomendação da OMS, as vacinas contra Covid-19 devem estar atualizadas para a cepa XBB.1.5, variante que confere proteção às formas circulantes do vírus neste momento.

A vacina Covid-19 recombinante da empresa Zalika é fabricada pelo Instituto Serum, da Índia, e foi aprovada pela Anvisa em 8 de janeiro de 2024, com a condição de que fosse submetida à atualização da cepa em até 60 dias a partir da publicação do registro.

« Voltar

NO SERTÃO

Prefeitura de Olho D’Água gasta mais de R$ 1,2 milhão com pneus e câmara de ar

DECIDIDO

Professores da UFPB rejeitam proposta do Governo Federal e discutirão possível greve

Veja também...

NA PARAÍBA

UEPB abre seleção para provimento de vagas não preenchidas pelo SiSU 2024

EDUCAÇÃO

2º Festival de Pipas leva lazer e resgate de brincadeiras para crianças de Patos

NO SERTÃO

Alunos da Escola Cívico-Militar de Patos recebem novos uniformes