Compartilhe

Casos de estupro diminuem 33% no primeiro semestre na PB

Por G1 Paraíba    Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020


O número de casos de estupro diminuiu 33% no primeiro semestre de 2020 com relação ao mesmo período de 2019, na Paraíba. Os dados são do Monitor da Violência, projeto do G1, que levantou estatísticas também sobre violência doméstica.

De acordo com o levantamento, os casos de estupro consumado, incluindo estupro de vulnerável, somaram 87 nos primeiros seis meses de 2019. Já em 2020, o número caiu para 58.

Nos casos de violência de lesão corporal dolosa em decorrência de violência doméstica houve uma estabilidade. No primeiro semestre do ano passado, foram 1569 casos, contra 1565 no mesmo período deste ano.

 

Feminicídios e homicídios dolosos

 

De janeiro a agosto de 2020, 56 mulheres foram mortas por crimes letais intencionais em toda a Paraíba. Do total, 21 casos estão sendo investigados como feminicídios. O número representa 37,5% dos assassinatos de mulheres. No mês de agosto, seis mulheres foram mortas e três casos são investigados como feminicídios.

Em relação a agosto de 2019, houve diminuição nos números. No ano passado, oito mulheres foram mortas na Paraíba. Cinco casos estavam sendo investigados como feminicídios. Esse número representa que 62,5% dos assassinatos de mulheres aconteceram por motivação de gênero. Os dados são da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds), solicitados pela Lei de Acesso à Informação.

Feminicídio é o assassinato de uma mulher cometido devido ao fato de ela ser mulher ou em decorrência da violência doméstica. Foi inserido no Código Penal como uma qualificação do crime de homicídio em 2015 e é considerado crime hediondo.

« Voltar

NO SERTÃO

6 homens participantes do assalto a agência em Coremas são mortos em troca de tiros com a PM em Catingueira

NO SERTÃO

Chefe de gabinete da Prefeitura de Várzea morre vítima de acidente

Veja também...

PREOCUPANTE

Brasil pode garantir vacinas contra a Covid-19 para apenas 10% da população

NO SERTÃO

MPF abre inquérito para investigar contrato de prefeitura no Sertão da Paraíba

PREOCUPANTE

Patos ultrapassa Guarabira e agora ocupa terceira posição em número de casos de Covid-19 na Paraíba