Compartilhe

Jorginho elogia Vasco: 'Poderíamos ter ganho de três ou quatro'

Por Globo.com    Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018


O Vasco ganhou, mas não levou. O triunfo por 1 a 0 sobre a LDU, em São Januário, foi insuficiente para classificar o time na Copa Sul-Americana. Mas o técnico Jorginho deixou o gramado satisfeito com o rendimento da equipe. Ele apenas lamentou as chances desperdiçadas.

- Tivemos um domínio completo do jogo. Lembro de uma pergunta pós-jogo de um repórter deles perguntando se aquele era o Vasco. E hoje eles viram quem é o Vasco. Fizemos um gol, poderíamos ter ganho de três ou de quatro. Eles tiveram quatro chutes só - ponderou Jorginho.

Para o treinador, a eliminação cai na conta do jogo de ida, quando o Vasco perdeu por 3 a 1 - e sofreu o terceiro gol já no fim da partida, esgotado por causa dos efeitos da altitude.

- (A LDU foi) uma equipe que jogou no contra-ataque e na bola parada. Foi um jogo que teve um domínio completo da nossa equipe, mas infelizmente não revertemos no resultado que precisávamos. Pagamos o preço do terceiro gol lá. Eu vi uma equipe completamente compenetrada - completou.

Eliminado da Sul-Americana, o Vasco volta as atenções para o Campeonato Brasileiro, única competição restante. No próximo domingo, o time enfrenta o Palmeiras em São Paulo.

Confira outros tópicos da coletiva de Jorginho:

Mudança tática no segundo tempo

- Mudamos a forma de jogar no segundo tempo. Fizemos um 3-4-3, porque queria o Ramon mais adiantado. Foi muito bom quando o Thiago Galhardo veio jogar mais atrás, fez o Giovanni jogar. O último passe dele é sempre muito bom. Não tem o que fazer.

Otimismo para a sequência

- Fizemos de tudo. Estávamos organizados, os jogadores fizeram de tudo, se entregaram, tanto que saíram dali aplaudidos. Temos um potencial muito grande.

O que faltou?

- Achei que faltou mais velocidade na troca de passes. O Ramon fez dois lançamentos. Quando acontecia isso, estávamos pegando eles de surpresa. Tivemos mais volume de jogo no segundo tempo e encaixar esse passe vertical.

Vontade dos jogadores

- Olhando no olho dos jogadores a gente vê a motivação. Contra o São Paulo, o bicho pegou lá dentro. Não poderíamos tomar aquele gol. Vejo uma equipe que briga, se tiver que xingar, xinga. E eles continuam amigos. Vimos claramente que tínhamos condições de passar.

Estreias de Maxi, Castan e Vinícius Araújo

- Conto com o Maxi, o Castán e o Vinicius. É muito bom contar com jogadores desse nível. São jogadores que jogaram na Europa. A competitividade é extremamente alta. Isso é importante. Lembrando um pouco do jogo, fiz duas substituições por lesões. Nossos dois zagueiros. E também não tenho o Luiz no próximo jogo. Vou ter dois zagueiros canhotos.

Ausência de Maxi

- É muito bom ter opções. Talvez pudéssemos decidir esse jogo numa bola parada. Ter o Maxi em campo seria importantíssimo.

Vaias no fim do jogo

- Tenho um relacionamento muito bom com a torcida do Vasco. Gosto de ver meus comandados sendo aplaudidos e reconhecidos. Isso basta para mim.

Galhardo na ponta esquerda

Temos de conhecer o nosso atleta. Quando falei para o Thiago que ele jogaria um pouco mais aberto, eu fui muito claro, porque já passei por essa situação. Ele não é de extrema velocidade. Ele arrasta, é rápido, tem passada larga. Tem sentido de marcação. Ele nunca vai ser aquele jogador que vai acompanhar o lateral. O lateral que tem de acompanhar ele. Ele tem de ser o quarto homem do meio de campo. O Thiago é extremamente inteligente e obediente. Sempre se coloca à disposição.

Lesões de Henríquez e Breno

- Essa parte de contusão é melhor o médico falar. Provavelmente o Henríquez foi um estiramento. O Breno ainda tem a possibilidade, porque foram algumas dores no joelho que estavam impedindo que esticasse a perna. Ele pediu para sair.

Recado à torcida

- Queria dizer para o nosso torcedor a gratidão. Vocês estão feito um papel maravilhoso. Fizeram São Januário virar novamente um caldeirão. Esse grupo vai dar uma resposta grande no Brasileiro. Ainda vamos surpreender muita gente.

Objetivo Libertadores

- Temos de ser sinceros e realistas. Se conseguirmos completar os dois jogos, temos possibilidade de alcançar uma colocação entre sexto e sétimo lugar. É possível chegar próximo de uma Libertadores. É passo a passo.

« Voltar

SEM COMANDO

Vasco ainda tenta convencer Abel Braga, mas prepara outros ataques

COPA DO BRASIL

Estratégias em choque: Flamengo encara o Grêmio com quase 50% a mais de minutos jogados no pós-Copa

Veja também...

NO SERTÃO

'Pinto' é preso acusado de estuprar a própria filha em Condado

CAOS TOTAL

Vereadoras denunciam caos em creche de Patos e são impedidas pela direção de entrarem para fiscalizar

NO SERTÃO

Fátima Bocão cobra da prefeitura combate ao excesso de insetos na Feira Livre de Patos