Compartilhe

Patoenses chegam às 3h da madrugada para tentar marcar consulta e exames em Patos

Por Vicente Conserva - 40 Graus    Quarta-Feira, 5 de Dezembro de 2018


São 3h da madrugada, seja de qual dia for, de segunda a sexta-feira, é nesse horário que começa a se for formar uma longa fila em frente Central de Regulação e Marcação de Consultas, na Rua Galim Assis, Centro, em Patos. Desde que o serviço foi centralizado na administração Dinaldo, que os usuários do SUS têm que se aventurar todos os dias por uma vaga seja para marcar exames ou consultas.

Todos os dias são dezenas de pessoas em busca da marcação de exames junto à Secretaria Municipal de Saúde de Patos. Conforme relatou alguns dos usuários do SUS que estavam na fila nesta quarta-feira, a principal demanda era para marcação de ultrassonografia, que está sendo aprazada para abril de 2019, mas que não tem nem previsão de recebimento do exame depois de feito.

Quem consegue chegar cedo e marcar, comemora, porque muitos nem isto conseguem, mesmo passando horas na fila e perdendo dias de sono, e até mesmo passando fome, pois saem de longe de casa, seja de qual parte da cidade for.

A vereadora Lucinha Peixoto(PC doB) resolveu mais uma vez acompanhar de perto o sofrimento dos patoenses e ficou indignada com a cena vista. “É um verdadeiro descaso com a saúde pública forçar pessoas humildes a madrugarem em uma fila para marcar um exame para acontecer só ano que vem. E pior: sem data de recebimento; como estará a possível enfermidade após tanto tempo de espera para realizar o exame e receber o resultado? O povo de Patos sofre por problemas na saúde pública e Bonifácio Rocha trata a questão como se não tivesse haver com ele. Ver o povo sofrer e nada fazer é maldade ou incompetência”, disse ela.

« Voltar

LUTO

Morre aos 88 anos o odontólogo Valdemar Jerônimo, em Patos

IMORAL

Sttrans de Patos pinta faixa de pedestre em 'X' e conserta erro após denúncia do 40 Graus

Veja também...

NO SERTÃO

Polícia Militar prende acusado de homicídio em Santa Gertrudes – Patos

NO SERTÃO

Equipes de saúde de Malta fazem pequenas cirurgias em pacientes

BOA INICIATIVA

Projeto Histórico-Cultural de Malta contribui para alunos terem maior produção textual