Compartilhe

Juiz suspende concurso da Prefeitura de Princesa Isabel após denúncia contra banca contratada por R$ 350 mil

Por Click PB    Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019


O juiz Pedro Davi Alves de Vasconcelos, da 1ª Vara Mista da Comarca de Princesa Isabel, determinou a suspensão do concurso público da prefeitura do Município, em atendimento a ação civil pública do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Consta na ação que a banca organizadora do certame, a FACET Concursos (Associação de Ensino Superior Santa Terezinha), já foi alvo de duas ações na Comarca de Rio Tinto e que isso compromete a "reputação ético-profissional, o que desaguaria na nulidade de dispensa."

O ClickPB apurou que a FACET Concursos foi contratada por R$ 350 mil, sem licitação. Segundo o Ministério Público da Paraíba, "o próprio certame deflagrado na cidade de Princesa Isabel pela promovida já é marcado, desde o seu nascedouro, por vícios e falhas."

"Além disso, uma simples pesquisa na internetreleva diversas matérias questionando e noticiando a existência de investigações acercadoprocedimento de contratação utilizado por pequenas prefeituras para a contratação da Instituição. Com efeito, gravita em torno da contratada suspeitas de fraudes, aprovação de apadrinhados dos contratantes, sem esquecer de mencionar a questionável prestação do serviço, marcadas, segundo se extrai, por falhas e irregularidades na condução da organização de concursos", diz trecho da decisão.




Veja a decisão na íntegra

 

 

 

Na Comarca de Esperança tramita um processo contra a FACET Concursos foram apontados "vícios na contratação, falhas no Edital etc. Lá, houve o deferimento de tutela e o concurso foi suspenso em razão dessas supostas irregularidades", diz o MPPB.

O juiz Pedro Davi deferiu o pedido de tutela de urgência e fixou multa diária no valor de R$ 5 mil, em caso de descumprimento da ordem judicial. O magistrado também agendou audiência de conciliação para a próxima terça-feira (28), às 13h30.

O prefeito Ricardo Pereira do Nascimento será citado e intimado para representar o Município e oferecer contestação, caso queira, sobre a decisão da suspensão do concurso. O prazo para contestação é de 30 dias.

A FACET Concursos emitiu nota sobre a suspensão do concurso, que teria aplicações de provas em 2 e 9 de junho, dois domingos divididos por cargos e níveis de escolaridade. Veja a nota na íntegra.

« Voltar

VEJA TUDO

São Pedro 2019: Prefeito de São Mamede anuncia as atrações do "Tardezinha na Praça" confira:

NO SERTÃO

Justiça suspende concurso de São José de Espinharas após indícios de fraude

Veja também...

SOLITÁRIA

Paraibana Gkay recusa ajuda de Pedro Bial para ‘arranjar’ namorado

NA PARAÍBA

Sancionada lei que proíbe corte de energia, água e telefonia nos finais de semana e feriados

NO BOLSO

Servidores efetivos de Patos receberão primeira parcela do 13º salário na segunda semana de julho