Compartilhe

Valor desviado por Bolsonaro vai aumentar com perícia de novas joias

Por O Globo    Terça-Feira, 9 de Julho de 2024


O valor de R$ 6,8 milhões calculado pela Polícia Federal sobre as joias comercializadas ilegalmente por Jair Bolsonaro atingirá cifras mais altas, segundo investigadores. Isso porque ainda há seis peças que estão na mira do inquérito policial e que ainda não passaram pela chamada “perícia mercadológica”, que estima os valores de compra e venda dos produtos.

Desses itens, três pertencentes ao chamado “kit ouro branco” ainda não passaram pela perícia, sendo eles um masbaha (rosário árabe), um par de abotoaduras e um anel. A perícia feita até o momento mostra que os outros dois itens do mesmo conjunto foram analisados. Um deles é um relógio Rolex avaliado em US$ 73,7 mil, o equivalente a R$ 365 mil, e o outro uma caneta da marca suíça Chopard avaliada em US$ 20 mil, cerca de R$ 99 mil.

A PF destaca que também não passaram pela perícia mercadológica três peças do “kit ouro rose”: uma masbaha (rosário árabe), um par de abotoaduras e um anel, todos da marca de joias Chopard. O relógio e a caneta que compunham esse conjunto foram periciados. O primeiro teve valor estimado em US$ 109 mil, o equivalente a R$ 536,7 mil, e o segundo foi avaliado em US$ 4 mil, cerca de R$ 19,6 mil.

No relatório final, a PF diz que, até o momento, “o valor parcial dos presentes” que foram desviados para “propiciar o enriquecimento ilícito do ex-presidente” Jair Bolsonaro somam o montante de US$ 1.227.725,12 ou R$ 6.826.151,66, o qual já constava em seu relatório. Inicialmente, o texto informava, em sua conclusão, que um total de R$ 25 milhões foram desviados. A corporação informou que errou o número e que o valor correto é R$ 6,8 milhões.


« Voltar

NA PARAÍBA

Advogada é presa na Paraíba por dar prejuízo de R$ 300 mil a idosos

NO SERTÃO

Zé Bigode é preso suspeito de homicídio em Pombal

Veja também...

FLAGRANTE

Apreendido em Patos carro roubado flagrado por câmeras da PM

ROMANTISMO

Falta um mês para o show de Fábio Jr. em João Pessoa

MAIS SAÚDE

Hospital Regional de Patos passará a contar com neurocirurgiões no começo de 2025