Compartilhe

Arquidiocese da Paraíba afasta padre citado em denúncias de abuso sexual

Por Jornal da Paraíba    Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019


O Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, decidiu afastar o padre Rui Braga. O afastamento ocorreu após a exibição da reportagem do Fantástico, da Rede Globo, no dia 20 deste mês, mas só veio a público nesta terça-feira (29). Foi instaurado um procedimento interno para apurar as denúncias. A revelação foi feita pelo vigário geral, padre Luiz Júnior, nesta terça.

Com a decisão, o padre Rui Braga deixou de celebrar missas. Ele era o único, dos quatro citados na reportagem do Fantástico, que não estava afastado. A assessoria de imprensa da Arquidiocese da Paraíba declarou que o religioso está hospitalizado, devido a um problema de pressão, mas não informou desde quando nem em qual unidade de saúde.

Nesta segunda-feira (28), novas denúncias de abusos sexuais cometidos por padres contra crianças e adolescentes foram exibidas pela TV Cabo Branco. Entre os religiosos citados, está o padre Rui. Segundo o promotor Guilherme Lemos, o Ministério Público da Paraíba deve instaurar um procedimento para investigar as novas denúncias.

« Voltar

FESTA GRANDE

Igreja Batista do Novo Horizonte, em Patos, completa 12 anos

NOVO HOMEM

Fernandinho Beira-Mar escreve sobre Jesus Cristo e critica capitalismo em seu TCC

Veja também...

DECIDIDO

Vereador Ivanes Lacerda é eleito novo prefeito interino de Patos em eleição de presidente da Câmara

NO SERTÃO

MP abre investigação contra ex-prefeito de Patos acusado de tentar pagar propina para impedir denúncia de irregularidades

TRAGÉDIA

Polícia Civil investiga morte de criança que ingeriu ‘chumbinho’, em Patos