Compartilhe

Esposa de vereador é nomeada na Prefeitura de Patos e política do toma lá dá cá continua

Por Redação 40 Graus    Segunda-Feira, 6 de Maio de 2019


O prefeito interino de Patos-PB, Sales Junior(PRB), parece estar usando do mesmo artifício de seus antecessores Dinaldo Filho e Bonifácio Rocha, com a política do toma lá dá cá em troca de apoio político na Câmara Municipal de Patos. É que acaba de ser publicada no Diário Oficial do Município a nomeação de Sara Alves de Assis, esposa do vereador Suélio Caetano, para o cargo de Assessor Nível Técnico II, lotado no Gabinete do chefe do Executivo.

Esta política de troca de favores, que para muitos é nepotismo cruzado, foi adotada nos governos anteriores e o resultado é o apoio incondicional dos pares da Casa Juvenal Lúcio de Sousa ao governo.

Não custa lembrar ainda, que mesmo com troca de governo em abril, muitos vereadores continuaram a empregar a parentela ou aliados no atual governo.

Dois vereadores permaneceram no governo: Edjane Araújo(Secretaria de Desenvolvimento Social) e Jefferson Melquíades(Sttrans), garantindo assim a permanência dos suplentes Paulinho Lacerda e Cambirota na Câmara de Vereadores com apoio conservado.

Não se tem notícia que aliados e familiares dos dois secretários perderam seus cargos também na administração.

Outro nome ligado à Câmara é o do esposo da vereadora Nadir Rodrigues, Junior Guedes, que permanece como secretário de Agricultura, nomeado pelo então prefeito Bonifácio Rocha.

O chefe de Gabinete, Paulo Marinho, filho do vereador Ferré, também continua no cargo.

Já o vereador Diogo Medeiros, embora não seja mais líder do governo, ainda ocupa lugar de destaque no governo com diversos parentes em cargos comissionados a exemplo da esposa, ex-esposa e irmã, entre outros.

O vereador Goia também tem sua esposa já lotada na administração. Cilene ocupa hoje cargo na Escola Profissionalizante.

O único que sofreu baixa e está colocou as ‘unhas’ de fora foi o vereador Toinho Nascimento que viu seu filho, Alysson kássio Leite Araújo, ser exonerado da Secretaria Executiva de Esporte e Cultura. Toinho partiu para o ataque frontal na última sessão da Câmara criticando o governo pelo não pagamento dos servidores efetivos dentro do mês trabalhado.

« Voltar

NA PARAÍBA

João Azevêdo comemora redução de 70% em homicídios e destaca tranquilidade durante o São João

PARA TUDO

STF adia julgamento de pedido de liberdade de Lula

Veja também...

FESTA NO SERTÃO

Mais dois idosos passam dos cem anos em Patos e completam 102 e 104 anos

NO SERTÃO

Idosa faz 104 anos de idade nesta terça-feira, em Patos

TRAGÉDIAS

PRF registra sete mortes em rodovias da Paraíba durante operação de festejos juninos