Compartilhe

Candidatura de Nabor Wanderley é deferida e pedido de Ramonilson Alves é rejeitado

Por Vicente Conserva - 40 Graus    Sábado, 17 de Outubro de 2020


A juíza da 28ª Zona Eleitoral, Anna Maria do Socorro Hilário, indeferiu o pedido da Coligação Pra Devolver Patos ao Seu Povo, cujo candidato a prefeito de Patos é o ex-juiz eleitoral Ramonilson Alves, que pedia a impugnação da candidatura a prefeito de Patos de Nabor Wanderley, da coligação Patos Competente.

A ação se devia por uma suposta irregularidade concernente a presença dos partidos Cidadania e Rede Sustentabilidade, na coligação do candidato Nabor Wanderley, em virtude de desacordos perante a legislação eleitoral, na formação da coligação encabeçada pelo Republicanos.

“Em relação ao partido Cidadania, com a desistência do deputado Érico em concorrer ao cargo de prefeito no município de Patos, ocorreu uma intervenção, retirando Dr. Érico da presidência e nomeando Adolpho Crispim no dia 16 de setembro, e no mesmo dia realizou a convenção do partido, passando por cima da legislação eleitoral e do estatual do partido, onde no artigo 16, determina que para haver a convenção, deveria ter um edital convocatório com sete dias de antecedência”, explicou Phillip Palmeira.

Em sua decisão, a magistrada considerou improcedente a denúncia diante das provas documentais ajoujados aos autos.

Ela assim decidiu pelo deferimento da Coligação. “JULGO IMPROCEDENTE a impugnação, ao mesmo tempo, DEFIRO a formação da COLIGAÇÃO PATOS COMPETENTE (REPUBLICANOS; REDE; PSD; PROGRESSISTAS; PSC; CIDADANIA; PSL e PROS), declarando habilitado os partidos e a regularidade do DRAP que indica a candidatura do candidato a Prefeito NABOR WANDERLEY DA NÓBREGA FILHO e a VICE-PREFEITO JOCOB SILVA SOUTO.”

Um dos advogados da parte, Segundo Remígio, explicou que a coligação representante fez o pedido errado. Desistiram da ação e entraram com outra ação com o mesmo teor com nomenclatura de PEDIDO DE IMPUGNAÇÂO DE REGISTRO DE CANDIDATURA, com pedido de impugnação quantos aos atos partidários. “Num instante que a juíza torna regular o DRAP, julgando regular as convenções, ela torna regular o registro de candidatura. Portanto, o registro do candidato Nabor Wanderley é deferido”, explicou ele.

« Voltar

ELEIÇÕES 2020

Ex-juiz Ramonilson é multado em R$ 10 mil por propaganda depreciativa contra Nabor Wanderley

ELEIÇÕES 2020

Pesquisa RedeMais/Opinião aponta Nabor na liderança com 39,3%; Ramonilson tem 33,3%

Veja também...

NO SERTÃO

Funcionários da Aesa desaparecem em Coremas ao realizarem manutenção no Canal da Redenção

ELEIÇÕES 2020

Promotora vota pelo indeferimento da candidatura de Hominho de Lió por conta de condenação penal

DIAS DE GLÓRIA

Pelé no Flamengo: Zico lembra que ninguém queria sair do time só para poder jogar com o Rei