Compartilhe

Pré-campanha de Maranhão tem apoio de prefeitos da região de Condado

Por WsCom    Domingo, 8 de Julho de 2018


Como disse nas redes sociais: “O sonho do hexa não acabou, apenas foi adiado. Até lá, teremos inúmeros objetivos pelos quais lutar”, disse Maranhão depois de derrota do Brasil na Copa. E em busca desses objetivos, o pré-candidato a governador da Paraíba, seguiu para a cidade de Condado, onde obteve adesões de quatro prefeitos da região.

O encontro foi na casa do prefeito, Caio Paixão (PR), de onde saiu o acordo com o PR de Wellington Roberto, e, consequentemente, sua adesão, e do vice, Som (PSDB), à pré-candidatura de Maranhão. Pombal foi representada pelo prefeito, Verissinho (MDB) e o vice, Galego Gavel (PTB). Além dessas lideranças, manifestaram seu apoio: os prefeitos de Vista Serrana, Sérgio de Levi (MDB) e Gilbertinho (MDB), do município de Lagoa.

E o São Pedro fora de época de Condado, se transformou na festa da política paraibana. E na comemoração, também marcaram presença o suplente de vereador de Condado, Chiquinho dos Correios; os vereadores de Condado, Toinho de Neves e Cida Caetano, Juninho Santos (PSDB), presidente da câmara, Vercélio Wanderley (PR) e Odilon (PSD); Paulinho, vereador de Pombal e Arildo Batista (PR), vereador de Cajazeirinhas. E segundo o presidente do PR da Paraíba, Wellington Roberto, isso é apenas o início da parceria, que contará ainda com, pelo menos, mais vinte prefeitos do Estado.

“Estou muito feliz e grato com tudo que aconteceu em Condado. O São Pedro fora de época é uma comemoração belíssima da região e também nos trouxe boas notícias. Obtivemos manifestações de apoio que só engrandecem nosso projeto político. Quem ganha com tudo isso, certamente, é o povo paraibano. Isso porque, são alianças com homens íntegros e que de fato trabalham pelas suas cidades”, afirmou Maranhão ao sair do encontro em Condado.

« Voltar

MUDA TUDO

Reforma de Bolsonaro limita abono a quem ganha até um salário mínimo

MAIS LUTA

Trabalhador contribuirá 40 anos para aposentar-se com 100% do salário

Veja também...

AINDA DAS ELEIÇÕES

Quase 600 títulos eleitorais podem ser cancelados em Patos

NO SERTÃO

Dupla é assassinada a tiros em Coremas, no Sertão

MUDANÇAS

Reforma da Previdência: entenda os principais pontos da proposta apresentada pelo governo