Compartilhe

Esposa acusada de mandar matar o patoense 'Rei do Lixo' é condenada a 20 anos de prisão

Por Click PB    Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019


A mulher acusada de mandar matar o empresário do ramo de reciclagem, natural de Patos-PB, Sebastião Cirilo da Rocha, conhecido como ‘Rei do Lixo’, foi condenada nesta quarta-feira (24), a 20 anos de prisão, em regime fechado, por homicídio qualificado. Adiene Afra Tavares Rocha foi julgada no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), depois de ter conseguido recurso subindo o traslado. Ela foi condenada por 4 votos a 3.

O amante de Adiene, Renato Oliveira de Sousa, já tinha sido condenado ano passado a 20 anos de prisão em regime fechado. Além de Renato, o primo dele Walter de Oliveira Dias, também já havia sido condenado. 

O empresário do ramo de reciclagem Sebastião Cirilo da Rocha, conhecido como ‘Rei do Lixo’, tinha 47 anos na época em que foi morto com três tiros, em outubro de 2011. O crime aconteceu no lixão da cidade de Cruz do Espírito Santo, na Zona da Mata paraibana.

Adiene foi encaminhada para a Penitenciária Feminina de Campina Grande.

« Voltar

NO SERTÃO

VEJA: Vídeo mostra local onde motorista foi encontrado morto em Quixaba

NA PARAÍBA

Prefeito e vereador de Aroeiras são sequestrados em estrada no agreste da Paraíba

Veja também...

IMPREVISÍVEL

STF deve decidir nesta semana se concede Harbeas Corpus a Dinaldo Filho

DISPUTA

Climão: Raul Gil perde espaço na TV para 'queridinhas' de Silvio

NA TELONA

'Nada a Perder 2' tira liderança de 'O Rei Leão' nas bilheterias