Compartilhe

Justiça mantém condenação de menor acusado de assassinar padre em Borborema

Por Click PB    Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019


A Justiça da Paraíba manteve a internação do menor acusado de assassinar o padre André Lemos, na cidade de Borborema em 2017. A decisão que foi proferida nesta quinta-feira (16), manteve a sentença do juiz da Comarca de Serraria, André Ricardo de Carvalho Costa, que determinou a aplicação de medida de internação definitiva ao infrator. 

O caso ocorreu no dia 23 de agosto de 2017, quando o menor, em companhia de uma outra pessoa matou a facadas o padre da cidade. Logo depois tentaram roubar uma quantia em dinheiro guardada na residência da vítima. 

No 1º Grau, o relator entendeu estarem devidamente comprovadas a autoria e materialidade do ato infracional análogo ao roubo seguido de morte. Inconformada, a defesa recorreu, alegando inadequação da medida socioeducativa de internação aplicada, por entender ser desproporcional ao caso. Por fim, pugnou pela aplicação da medida socioeducativa diversa da internação.

No voto, o desembargador ressaltou que não há questionamento quanto à autoria, já que o apelante confessou a ação delitiva na ocasião em que foi ouvido informalmente pelo Ministério Público, bem como pelo magistrado. "Entendo que a sentença a quo não merece reforma posto que a medida socioeducativa de internação cominada ao recorrente mostra-se adequada", disse o relator.

Ricardo Vital enfatizou, ainda, que o artigo 122, I, da Lei nº 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente) prevê que a medida da internação poderá ser aplicada quando o ato infracional for cometido mediante grave ameaça ou violência à pessoa. "Essa é exatamente, a elementar da conduta perpetrada pelo menor infrator (Roubo qualificado pelo resultado morte)", afirmou.

Ao concluir, o julgador observou que a medida de internação, embora severa, tem o objetivo primeiro de proteger e educar integralmente o infrator. "A finalidade da medida não é outra que não seja a recuperação do adolescente, a partir da compreensão da gravidade de sua conduta e da introdução de princípios e valores éticos e morais, possibilitando, desse modo, a sua ressocialização".

« Voltar

EM FLAGRANTE

Rotam identifica e prende suspeitos de promover arrastão na Festa Da Guia no Centro de Patos

NO SERTÃO

Caminhão roubado é apreendido no Posto da PRF em São Mamede

Veja também...

Bruna Jaeger

Super ousada, ela faz o ensaio faz quente do ano

NA PARAÍBA

Pesquisador da UFPB cria aplicativo para facilitar tratamento de crianças autistas

NA CAPITAL

Prefeito de Malta entrega autorização das doações da população ao Hospital Laureano