Compartilhe

Paraibanos são presos ao transportar uma tonelada de maconha de Campo Grande-MS para Paraíba

Por Helio de Freitas campograndenews.com com Click PB    Sexta-Feira, 8 de Novembro de 2019


Quatro paraibanos foram presos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), na manhã desta quinta-feira (7) em Dourados-MS, a 233 km de Campo Grande-MS, tentando levar uma carga de maconha para a Paraíba. A droga estava escondida num carregamento de ração transportando em uma carreta Mercedes Benz branca, com placa de Aparecida (PB).  Além deles,  outras duas pessoas também foram presas. Seis pessoas foram presas

A apreensão ocorreu na BR-463, após a Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptaram a carreta na rodovia próximo a Dourados-MS. Ao verificar a documentação da carreta, um carro tipo Saveiro, com placa de Ponta Porã, se aproximou e também foi parado por policiais. 

Humberto Tavares  de 36 anos estava conduzindo o veículo. O condutor da carreta informou aos policiais que tinha sido contratado por Humberto. 

Os policiais perceberam que ele tinha sotaque nordestino e desconfiaram pelo fato de a carreta ter placa da Paraíba. Durante a conversa, o motorista da carreta disse que tinha sido contratado pelo condutor da Saveiro preta.

O paraibano confessou o envolvimento com a carga e confirmou a participação dos outros integrantes do grupo. 

Jusciano de Freitas, apontado como dono da carga, foi preso em uma picape Strada, cor cinza, em Caarapó, e os outros dois batedores em um Gol encontrado em um posto de combustíveis na entrada de Dourados.

Foram presos os paraibanos,  o dono da carga, Jusciano Fernandes de Freitas, 36 anos, ex-gerente de banco em Patos-PB; o motorista da carreta José Neudo Aureliano, 65 anos; o acompanhante dele Ricardo Alves de Meira, 37 anos, e os batedores Thiago Vinicios da Silva, 31 anos, Humberto Tavares Ferreira Souza, 36 anos, e Antonio Francisco da Cruz, 40 anos. Thiago mora em Querência do Norte (PR) e Antonio, em Loanda (PR).

Todos foram levados para a Delegacia da Polícia Federal em Dourados-MS. A estimativa é que passe de uma tonelada.

« Voltar

NO SERTÃO

Rotam prende mulher em Patos por falsidade ideológica e suspeita de praticar estelionato

NO SERTÃO

Polícia Civil tem várias linhas de investigação da morte de cantor em festa em Patos

Veja também...

NO SERTÃO

Prefeito Ivanes confirma que pode fechar UPA de Patos por falta de dinheiro

DE CHEGADA

Nacional de Patos anuncia mais um meia para temporada 2020

NO SERTÃO

Hospital Regional de Patos registra mais de 40 mil atendimentos entre janeiro e outubro deste ano