Compartilhe

'Operação Ouro Fino' prende integrantes de segurança privada acusados roubar R$ 500 mil de joalharias de Catolé Rocha

Por Airton Alves - Patos Verdade    Quinta-Feira, 13 de Setembro de 2018


As polícias Civil e Militar prenderam na manhã desta quinta-feira (13), durante a "Operação Ouro Fino", um grupo criminoso, integrado por componentes de uma Empresa de Segurança Privada, que participou dos arrombamentos de duas joalharias, no centro de Catole, no Sertão da Paraíba, de onde roubaram R$ 500 mil.

De acordo com o delegado Seccional da Polícia Civil de Catole do Rocha, Sylvio Rabello, os integrantes da Segurança Privada Garra Vigilância, que eram pagos para vigiar as lojas, integravam a quadrilha e nos arrombamentos a noite cuidavam da vigilância de seus comparsas durante as ações criminosas.

Foram presos: Tiago Dantas da Silva, 34 anos, natural de Pombal; José Pereira da Silva sobrinho, 30 anos, natural de Catolé; Raí Alves dos Santos Araújo, 21 anos, natural de Catolé do Rocha; Daniel Alves da Silva, 23 anos, natural de Catolé do Rocha; e Severino Alves dos Santos, 50 anos.

« Voltar

MAIS ALTO

Preço do gás de cozinha terá reajuste de R$ 5,00 na Paraíba

INVESTIMENTO

Número de academias de ginástica cresce 109% em 4 anos na Paraíba

Veja também...

CONVITE

Mulher Melão aparece em foto ousada na cama e recebe proposta: 'Casa comigo'

EXUBERANTE

Luciana Vendramini capricha no carão com look supersexy

NA BERLINDA

Afastado da Federação, Nosman Barreiro volta a ser julgado pelo STJD