Compartilhe

Número de pontos de exploração sexual infantil sobe 84% nas rodovias federais

Por Jornal da Paraíba    Terça-Feira, 15 de Maio de 2018


A quantidade de pontos de exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais que cortam a Paraíba subiu 84% num período de quatro anos – o terceiro maior aumento registrado no período, atrás apenas dos estados do Ceará (aumento de 92%) e Roraima (91%). Os números fazem parte do estudo ‘Mapear’, que mapeia os pontos vulneráveis à prática do crime, e foram divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta terça-feira (15).

Segundo o estudo, o número de pontos vulneráveis para exploração sexual – definida como o uso de crianças e adolescentes em relações sexuais comerciais – no Estado subiu de quatro no biênio 2013-2014 para 25 no período entre 2017 e 2018. Apesar disso, a Paraíba é o sexto estado do país com a menor quantidade de pontos de exploração, atrás do Espírito Santo (18), Distrito Federal (12), Acre (11), Amapá (9) e Roraima (5).

De acordo com o estudo, a região Nordeste é a mais suscetível à exploração sexual de menores: foram identificados 156 pontos críticos nas rodovias federais e 147 pontos de alto risco.

Nacionalmente, a PRF identificou 2487 pontos de exploração sexual de menores nas rodovias federais, o que representa um aumento de 21% em relação ao biênio 2013/2014 (1969). O estudou ressaltou, entretanto, que a quantidade de pontos críticos caiu de 566 em 2013/2014 para 489 em 2017/2018.

« Voltar

TRISTEZA

Jovem que participava de programa 'Quilos Mortais' morre aos 29 anos após prever que não chegaria aos 30

NA CÂMARA

Hugo Motta defende que consumidores tenham direito à segurança de seus dados pessoais

Veja também...

MUDANÇAS

Reforma da Previdência: entenda os principais pontos da proposta apresentada pelo governo

MUDANÇAS

Reforma vai extinguir aposentadorias especiais para parlamentares

MUDANÇAS

Governo quer transformar Hospital Regional de Patos em centro de referência para especialidades' afirma secretário