Compartilhe

Governadores do Nordeste divulgam carta sobre Reforma da Previdência e segurança pública

Por Click PB    Quarta-Feira, 6 de Fevereiro de 2019


O governador João Azevêdo participou na manhã desta quarta-feira (06) de uma reunião em Brasília com os outros governadores do Nordeste. Após a reunião, ele declarou que os principais pontos conversados na reunião foram sobre a reforma previdenciária e questões de segurança pública.

João Azevêdo detalhou que foi elaborada uma carta com os dois itens conversados. Uma das preocupações dos governadores é sobre o funcionamento do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), que passou a existir em 2018 integrando os órgãos de segurança pública.

A recente proposta apresentada pelo ministro da Justiça Sérgio Moro sobre o pacote ‘anticrime’ também é objeto da análise dos governadores. “Os estados estão fazendo uma análise. Em parte do que foi apresentado há uma concordância e outros itens não”, afirmou o governador paraibano.

Em relação à questão da reforma previdenciária, a intenção dos governadores nordestinos é apresentar uma proposta ao presidente Jair Bolsonaro a partir da compreensão que eles têm. “Não temos ainda a posição final do Governo Federal. Queremos nos antecipar e apresentar uma proposta que os estados entendem como importante”, adiantou João Azevêdo. De antemão, os governadores se mostraram preocupados com o acesso dos mais pobres aos direitos previdenciários.

No próximo dia 20 de fevereiro está prevista a realização de um fórum entre os governadores. João Azevêdo antecipou que uma pré-agenda já foi montada para o fórum juntamente com o governador do Distrito Federal, Ibanês Rocha.

« Voltar

SAÚDE

Exame pode prever se você vai morrer nos próximos 10 anos

URGENTE

Crianças de seis a doze meses de idade devem ser vacinadas contra sarampo

Veja também...

DECIDIDO

Vereador Ivanes Lacerda é eleito novo prefeito interino de Patos em eleição de presidente da Câmara

NO SERTÃO

MP abre investigação contra ex-prefeito de Patos acusado de tentar pagar propina para impedir denúncia de irregularidades

TRAGÉDIA

Polícia Civil investiga morte de criança que ingeriu ‘chumbinho’, em Patos