Compartilhe

Procuradoria Geral denuncia Bolsonaro ao STF por racismo

Por Correio 24 Horas    Sábado, 14 de Abril de 2018


A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou nesta sexta-feira (13) o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) ao Supremo Tribunal Federal (STF) por crime de racismo.

Além da condenação, a procuradoria pede que o deputado seja obrigado a pagar R$ 400 mil por danos morais coletivos.

De acordo com a denúncia, durante uma palestra no Clube Hebraica, em abril do ano passado, Bolsonaro usou expressões discriminatórias contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e homossexuais.

O filho de Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também foi denunciado, mas pela suposta agressão a uma jornalista.

No entanto, a PGR ofereceu a este parlamentar proposta de transação penal, na qual ele se comprometeria a indenizar a vítima em 40 salários mínimos e a pagar pensão mensal a uma entidade de combate à violência doméstica, além de prestar serviços à comunidade.

A reportagem tenta contato com a assessoria dos deputados para que eles possam se manifestar sobre a denúncia.

 

« Voltar

NA PARAÍBA

Dia D de vacinação contra polio e sarampo será em agosto

COMPLICOU

Facebook não está preparado para enfrentar fake news, diz Zuckerberg

Veja também...

NA PARAÍBA

Três homens são assassinados dentro de uma casa na cidade de Nova Floresta

LINDO

Roberto Carlos lança dueto em espanhol com Alejandro Sanz; ouça 'Esa Mujer'

SEM SORTUDO

Mega Sena concurso 2.061: ninguém acerta e prêmio vai a R$ 72 milhões