Compartilhe

Presidente da FPF denuncia Serrano ao STJD por suposto jogo fantasma

Por Voz da torcida    Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020


A investigação se tornou pública após a matéria do programa Fantástico, da Rede Globo, exibida no último domingo (17), que revela os detalhes das fraudes. Entre as partidas falsas, está uma entre Andraus Brasil-PR e Serrano. Apesar de fortes indícios de que o duelo não teria acontecido, o amistoso movimentou R$ 10 milhões em sites de aposta. Outro clube citado na reportagem foi o Confiança de Sapé.

Com isso, a presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho, se pronunciou sobre o caso e isentou o Confiança de Sapé de culpa.

— Antes das denúncias serem exibidas no programa global, a diretoria do Confiança de Sapé já havia comunicado à Federação Paraibana de Futebol sobre o uso indevido do seu nome por pessoas alheias. Além do mais, seu presidente já foi ouvido na FPF e explicou todo o ocorrido, se isentando de qualquer irregularidade. Não vemos razões para punir o clube, pois temos a certeza que não procedem as acusações, até mesmo porque não realizou nenhuma partida sem nosso conhecimento. Tentaram usar o nome do Confiança — disse Michele Ramalho ao Blog do Marcos Lima.

No caso do Rubro-Negro de Sapé, o presidente do clube, Wilson Nascimento, declarou ao repórter Iago Sarinho, do Jornal A União, que não assinou nenhum documento, sendo assim, que o papel divulgado pela reportagem do Fantástico teria uma assinatura falsa.

— Nem eu ou o clube fomos procurados por ninguém para marcar essa partida. O que está ocorrendo é que estão utilizando a minha assinatura digital e o nome do clube para realizar um ato ilícito e nós agora faremos de tudo para averiguar essa situação e punir os culpados que estão tentando nos envolver nesse esquema criminoso — afirmou o mandatário.

Apesar disso, Michelle não poupou críticas ao outro time paraibano citado na reportagem, e afirmou ter denunciado o Serrano ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

— Denunciei o caso também ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva e determinei a instauração de inquérito administrativo na Federação Paraibana de Futebol para apurar o caso — explicou a presidente.

Ela também lembrou que o advogado do Serrano confessou ao Fantástico que o jogo aconteceu, mas que a sua equipe não se deslocou até o Paraná.

— Temos que apurar a verdade dos fatos para tomarmos a decisão correta mas, pelo que vi no Fantástico, tratam-se de denúncias gravíssimas. Na Internet diz que houve jogo, e o advogado, no Programa Fantástico, confirmou o jogo — lembrou Michelle.

O Voz da Torcida entrou em contato com um jogador do Andraus Brasil, que preferiu não se identificar, que informou à reportagem que a partida não aconteceu. O caso segue sendo investigado pela Polícia Federal. Se confirmada a irregularidade e participação do Lobo da Serra no esquema, a punição ao time pode ser de advertência, suspensão ou até desfiliação da Federação.

 

« Voltar

FICA

Flamengo oficializa renovação, e Jorge Jesus mira Mundial

DE VOLTA

FPF projeta retomada do Campeonato Paraibano para início de julho

Veja também...

NO SERTÃO

Complexo Regional de Patos tem ambulância de suporte avançado para pacientes com Covid-19

CAOS TOTAL

TCE-PB investiga compra de respiradores feita pela Secretaria de Saúde da Paraíba

CONQUISTA

Gusttavo Lima compra iate de luxo de Roberto Carlos, o Lady Laura IV