Compartilhe

Volante da Suíça diz que Brasil quer apagar 7 a 1

Por Globo Esporte    Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018


A Copa do Mundo tem coisas que só podem ser vistas na Copa do Mundo mesmo. Não é todo dia que a gente vê um jogador de futebol responder às perguntas de uma entrevista coletiva em cinco idiomas diferentes. Isso mesmo. O mesmo jogador. Cinco idiomas diferentes.

Gelson Fernandes, volante nascido em Cabo Verde e que se mudou para a Suíça aos cinco anos de idade, é conhecido pela imprensa local como o jogador da seleção que mais idiomas fala. Ao todo, ele é fluente em seis línguas. Na sessão de entrevistas de hoje, só não falou em espanhol, mas respondeu em alemão, francês e italiano, que são os idiomas oficiais da Suíça. Aos jornalistas brasileiros, falou em português, língua da sua terra natal. No fim, ainda brincou, em inglês:

- Vocês (brasileiros) poderiam ter feito as perguntas em inglês, que eu responderia em português sem problemas. Ou o contrário. Assim, os jornalistas suíços entenderiam sobre o que estamos falando – o que provocou risos na sala.

 

Treino da Suíça desta quinta (Foto: Bruno Diniz)

Treino da Suíça desta quinta (Foto: Bruno Diniz)

 

O jogador, que atua no Eintracht Frankfurt da Alemanha, disse que, apesar de falar português e ter vivido em um país onde o Brasil era muito querido, nunca foi grande fã da seleção brasileira.

- Quando era mais jovem, era fã da França. O Brasil me lembra a primeira Copa que assisti, em 94. O Romário e o Bebeto jogaram muito bem, e o Brasil ganhou da Itália na final – lembrou.

 

Descontração entre os jogadores durante o treino (Foto: Bruno Diniz)

Descontração entre os jogadores durante o treino (Foto: Bruno Diniz)

Sobre a seleção brasileira que chega à Rússia, ele foi só elogios, mas acredita que um fator pode colocar pressão sobre os comandados de Tite.

- O Brasil tem muita qualidade e jogadores de alto nível. São os melhores jogadores do mundo. Tem um treinador que fez o (jogo) coletivo forte. Mas eles têm uma história particular de 2014 que eles querem apagar – completou, lembrando o 7 a 1 sofrido pelo Brasil contra a Alemanha, na última Copa do Mundo.

Petkovic conversa com Shaqiri  (Foto: Bruno Diniz)

Petkovic conversa com Shaqiri  (Foto: Bruno Diniz)

Petkovic conversa com Shaqiri (Foto: Bruno Diniz)

« Voltar

PARAIBANO 2018

Esporte bate a Perilima e dá passo importante rumo ao tetra da 2ª Divisão

ESTÃO FORA

Cinco dirigentes e nove árbitros são banidos do futebol por manipular resultados na Paraíba

Veja também...

EM FLAGRANTE

Polícia prende em Alagoas chefe de organização criminosa da Paraíba

DESCASO TOTAL

Briga entre secretário de Agricultura de Patos e gerente do Matadouro vai parar nas redes sociais

TRAGÉDIA NA ESTRADA

Estudante de Patos morre em acidente de carro entre Teixeira e Brejinho