Compartilhe

Exame em Rodrigo Caio, do Flamengo, não detecta lesão

Por Globo Esporte    Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2021


Notícia de alívio para a torcida do Flamengo. O clube informou nesta segunda-feira que o exame realizou em Rodrigo Caio não detectou lesão no tornozelo. O zagueiro ainda sente "poucas dores" no local e iniciou tratamento para ficar à disposição no duelo com o São Paulo, na quinta-feira, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Flamengo está otimista em ter Gabigol, Diego e Rodrigo Caio na decisão; Arão será monitorado

Rodrigo Caio deixa o campo contra o Inter — Foto: Pedro Martins / FOTO FC

Rodrigo Caio deixa o campo contra o Inter — Foto: Pedro Martins / FOTO FC

O meia Diego e o atacante Gabigol, que também foram substituídos contra o Inter por questões físicas, foram reavaliados no Ninho do Urubu e fizeram trabalho regenerativo normalmente com o restante do elenco.

Diego foi substituído após sentir dores no músculo posterior da coxa direita. Gabigol, por sua vez, teve um mal-estar.

O Flamengo já se mostrava otimista antes mesmo da reavaliação dos jogadores no CT. Rodrigo Caio e Diego caminhavam normalmente e não se queixavam de dores no vestiário depois do 2 a 1 contra o Inter. O zagueiro deixou o jogo por dores no tornozelo direito e será reavaliado para saber se há necessidade de exames.

Outro desfalque contra o Inter, o volante Willian Arão seguiu de repouso em casa. Ele ainda se recupera de uma fratura no segundo dedo do pé direito e continua sendo monitorado pelo departamento médico.

O Flamengo se reapresentou no Ninho do Urubu na tarde desta segunda-feira para iniciar a preparação para o jogo contra o São Paulo. Líder do Campeonato Brasileiro, o time rubro-negro garante o título da competição com uma vitória no Morumbi, quinta-feira, às 21h30.

« Voltar

PREOCUPANTE

Corinthians confirma 19 casos de Covid no clube; oito são atletas

CARIOCA 2021

Saiba quem é o garoto Max, autor do golaço na estreia do Fla

Veja também...

NO SERTÃO

Mãe do patoense Pedro Neto mostra indignação e clama por justiça para morte do filho assassinado

DECRETO

Atacado por religiosos, governador reage sobre fechamento de igrejas

MUDANÇAS

WhatsApp libera chamada de voz e vídeo pelo computador