Compartilhe

Abertas inscrições da chamada para a seleção de artistas visuais de Patos

Por Assessoria PMP    Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019


A Prefeitura Municipal de Patos através da Fundação Cultural de Patos (FUNDAP), abriu o Edital de Chamada Pública N°005/2019 com a proposta de selecionar artistas visuais (grafiteiros, pintores e desenhistas) para ações na programação cultural do município deste ano. 

Os selecionados irão criar painéis artísticos no entorno do Galpão Cultural da FUNDAP, nas paredes externas do prédio. O objetivo é estimular uma nova compreensão do público acerca da apropriação dos equipamentos e espaços urbanos. O tema escolhido é ‘Sertão e identidade’.

Os artistas interessados devem preencher o formulário disponibilizado nos anexos do edital, que pode ser acessado através do site www.cultura.patos.pb.gov.br, e encaminhar junto com o layout da proposta desenhada ou congênere de como ficará seu painel e seu portfólio  artístico com imagens de trabalhos já realizados. 

“Deixo aqui meu convite pra todos os artistas patoenses que tenham interesse de mostrar seu trabalho, e fazer parte desse projeto para que se inscrevam. É uma oportunidade muito interessante de mostrar que as artes vão além dos muros e das paredes de qualquer espaço físico”, disse Thamyres Lucena, coordenadora de políticas culturais.

O material deve ser encaminhado em formato PDF para culturapatos@gmail.com. As inscrições estão abertas de 24 de abril, até 06 de maio, logo após, no dia 10 de maio será divulgado o resultado. 

Os critérios de avaliação serão a qualidade artística da proposta apresentada e a viabilidade técnica de execução, sendo pago o valor de R$ 1.600,00 para cada proposta selecionada.

« Voltar

NO SERTÃO

Exposição fotográfica 'Mercado Central' de Alarcon Messias é aberta na FUNES, em Patos

MUDANÇAS

Programação do São João de CG é alterada após Gustavo Lima cancelar show

Veja também...

NO SERTÃO

Bandidos explodem agências dos bancos do Brasil e Bradesco em São Bento

CONTRATO

Bolsonaro posou em 2017 com fuzil liberado por decreto

PRA BAIXO

Um mês após título, desempenho oscila e aproveitamento despenca no Flamengo