Compartilhe

Justiça suspende decreto de emergência em Itaporanga por conta das chuvas

Por Vicente Conserva    Quinta-Feira, 31 de Maio de 2018


O juiz Antônio Eugênio Leite concedeu liminar, determinando que a Prefeitura de Itaporanga, no Sertão da Paraíba, suspenda, em caráter de urgência, o decreto de Situação de Emergência em virtude da seca, publicado em 4 de abril desse ano. O magistrado julgou procedente a Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência, ajuizada pelo Ministério Público.

Em caso de descumprimento da decisão, o prefeito Divaldo Dantas terá que pagar multa diária de R$ 10 mil, podendo chegar até R$ 100 mil. O magistrado disse acreditar que o fundamento do Ato Administrativo é falho.

Para Antônio Eugênio, o prefeito pode estar pleiteando facilidades para procedimentos licitatórios. Todavia, em seu entendimento, pelas ocorrências das chuvas registradas os últimos meses, o decreto deveria sim ser suspenso, tanto que decidiu em favor do Ministério Público. A Prefeitura de Itaporanga terá um prazo de 15 dias para contestar a decisão.

A defesa do prefeito Divaldo Dantas disse que ele ainda não foi informado da decisão judicial.

« Voltar

NO SERTÃO

Ministério Público quer suspensão do Concurso Público de São José de Espinharas por irregularidades

NO SERTÃO

Prefeito Umberto Jefferson entrega mais um ônibus para a Secretaria de Educação de São Mamede

Veja também...

BOA NOTÍCIA

Flamengo anuncia banco digital como seu patrocinador master até o fim de 2020

NO SERTÃO

Vereador de Patos solicita voto de aplauso a Pinto do Acordeon

NO SERTÃO

Jovem de Quixaba tira a própria vida tomando veneno em São José de Espinharas