Compartilhe

'Nunca me senti tão debilitada, orem por mim', pede humorista paraibana Gkay

Por Click PB    Terça-Feira, 15 de Setembro de 2020


A humorista paraibana Gkay, de 27 anos, deixou seus fãs preocupados ao usar sua página do Twitter, na noite de segunda-feira (14), para falar da sua ausência nas redes sociais. O motivo: sua saúde.

"Desculpa o sumiço gente, real, eu to até tentando, mas nunca me senti tão debilitada como nesses últimos dias, meu corpo simplesmente está doente faz uns três dias já, enfim, orem por mim, quero acordar bem amanhã", escreveu ela, sem dar mais detalhes dos sintomas ou se foi ao hospital.

A paraibana já tinha informado no último final de semana que tinha se sentido mal e foi para o hospital. Nas publicações no Instagram, ela chegou a informar que precisou realizar uma ressonância e mostrou os braços furados por agulhas para retirada de sangue.

"O que mais me frustra é querer trabalhar e fazer minhas coisinhas, mas simplesmente não conseguir", ainda escreveu a humorista, que falou da importância da saúde. "Sem saúde você não é nada :(", finalizou.

Recentemente, GKay comentou sobre sua como a fama e a exposição mudaram a sua vida, não necessariamente pra melhor. "A internet me deu tudo que eu tenho e em troca levou minha saúde mental", escreveu ela, intrigando seus seguidores, que ainda questionaram sobre o "preço alto" da fama.

GKay também já contou à Quem alguns perrengues que passou no início da carreira: "Lembro do primeiro job que fiz, peguei o dinheiro para comprar um iPhone usado porque meu celular travava muito e eu não conseguia gravar as coisas e postar. Foi aí que melhorou a qualidade dos meus vídeos".

 

 

« Voltar

CELEBRIDADES

Larissa Manoela curte dia de praia em Búzios e faz pose nas pedras

DE SAÍDA

Após cinco anos, Xuxa confirma saída da Record: 'Infelizmente'

Veja também...

PREOCUPANTE

Patos ultrapassa Guarabira e agora ocupa terceira posição em número de casos de Covid-19 na Paraíba

PREOCUPANTE

Brasil chega a 136.565 mortes por Covid e passa de 4,5 milhões de casos

NA PARAÍBA

TCE alerta três prefeituras da Região de Patos por irregularidades de pagamento previdenciário