Compartilhe

Vivi Fernandez diz que ganhou mais de R$ 500 mil para fazer pornô

Por O Dia    Quinta-Feira, 4 de Março de 2021


Vivi Fernandez ficou conhecida do público como assistente de palco nos anos 90. No entanto, a loura virou símbolo sexual depois de posar para cinco revistas masculinas nos anos 2000. A musa também surpreendeu a todos quando decidiu aceitar a proposta para fazer filmes pornô. Em entrevista ao Clube da Vip, Vivi contou que ganhou muito bem para atuar em filmes adultos. Recentemente, Vivi Brunieri contou que ganhou R$ 500 mil para participar dos filmes. Vivi Fernandes garantiu que ganhou bem mais que a amiga.

“Foi, foi mais até, foi bem mais. Eu ganhei muito, muito, muito bem, por isso que eu aceitei fazer. Óbvio que, hoje, eu poderia ter pedido até mais um bocadinho, porque tá aí eternizado, mas eu ganhei uma grana muito boa. Tem que ser, porque é muita exposição, então assim, você tem que aproveitar o momento, eu meti a faca”, afirmou a modelo, que atualmente tem 43 anos.

Vivi Fernandez não se arrependeu de ter atuado nos filmes adultos. “Eu já dei uma entrevista que deu até um bafafá, em que eu falei que me relacionei com umas duas pessoas, três no máximo, e que não durou muito porque essas pessoas queriam cenas do filme no cotidiano e era difícil explicar que essas cenas têm luz, tem uma produção, e que era difícil fazer essas cenas no dia a dia. Essas pessoas tinham ciúmes do ex que fez filme comigo e tudo mais. E aí eu falei assim: ‘ai meu deus, esse rivotril litrão quem tem que tomar é você, porque eu não tenho nada com isso’. Mas assim, de maneira geral, eu me relacionei com pessoas incríveis, o saldo foi positivo”.

« Voltar

SUCESSO

Globo anuncia documentário sobre Karol Conká com estreia para abril

EXUBERANTE

Cleo Pires sensualiza com biquíni cavado

Veja também...

CARIOCA 2021

Ferj remarca clássico Flamengo contra o Vasco para quinta-feira

NO SERTÃO

Patos registra 57 casos de COVID-19 em três dias e mais três óbitos pela doença

NO SERTÃO

Teixeirense morre de Covid-19 após perder mãe, irmão e cunhada para a doença