Compartilhe

Carla Perez e Xanddy terão que pagar dívida de R$ 5 milhões

Por R7    Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019


A 1ª Vara Cível da Bahia decidiu que Carla Perez e Xanddy paguem R$ 5,1 milhões referentes à não quitação de um imóvel adquirido em 2003 na cidade de Lauro de Freitas.

À época, o casal, que já morava na casa, concordou em pagar R$ 700 mil em cinco parcelas promissórias entre novembro de 2003 e março de 2004.

No entanto, nenhuma das prestações foi paga e a empresa South America Serviços de Assessoria e Logística, responsável pela intermediação do negócio, entrou na Justiça contra os artistas em 2005, exigindo já naquela época um valor corrigido, que inicialmente era de R$ 1,1 milhão.

Desde então, o processo se arrasta na Justiça baiana, com Xandy e Carla Perez recorrendo da decisão.

Em novembro de 2005, o Tribunal reconheceu a existência da dívida e determinou a citação dos réus.

Desde então, a Justiça penhorou dois terrenos do casal, localizados na cidade de Lauro de Freitas (BA), e mais R$ 30 mil encontrados na conta do líder do Harmonia do Samba.

Neste ano ficou decidido que a South America pode exigir o recebimento de outras fontes, como cachês de shows e publicidade, patrimônio ou salário.

Segundo o advogado Mohamad Fahad Hassan, do escritório Teixeira Fortes, que representa a South America, o que foi conseguido de avanço até o momento para quitar a dívida é muito pouco. "A falta de pagamento não foi sequer justificada por eles. Ainda não definimos como vamos buscar esses recebíveis, mas com certeza há meios de que a dívida seja paga. Se na época eles ficaram sem recursos para o pagamento, desde então a situação financeira dos dois só melhorou e o patrimônio aumentou, inclusive com aquisição de bens no exterior. Então não há desculpa para não pagar", comenta.

De acordo os advogados de acusação, Xandy e Carla Perez também poderiam estar ocultando bens e movimentações bancárias, pois os registros nas contas dos dois seriam incompatíveis com o patrimônio e estilo de vida. 

Carla e Xandy, por outro lado, dizem no processo que a penhora seria exagerada, pois o próprio imóvel já quitaria a dívida. Segundo eles, "a ação de execução está devidamente garantida pelo imóvel objeto da ação, sendo este suficiente para garantir o valor atualizado da dívida".

A South America discorda, já que o valor de mercado do imóvel hoje é mais baixo que R$ 5,1 milhões. 

Em agosto do ano passado, o juiz André de Souza Vieira, da Comarca de Lauro de Freitas, negou outros embargos da defesa do casal e manteve a ordem de execução.

Xandy e Carla Perez ainda podem recorrer da decisão. A execução definitiva somente deverá ocorrer após o trânsito em julgado dos processos conexos. Procurados, os artistas não foram encontrados para comentar a decisão.

« Voltar

APRESENTADOR

Dony De Nuccio polemiza e curte comentário que chama a Globo de “lixo”

CRÍTICA

Silvio Santos responde telespectadora após ser chamado de misógino: 'Gostei!'

Veja também...

MENOS SAÚDE

Presidente da ASPAA diz que autista teve atendimento negado no Centro Especializado em Reabilitação de Patos

NO SERTÃO

MP arquiva inquérito que investigava ato de improbidade do prefeito Sales pela não realização do São João

SEM SORTUDO

Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 120 milhões nesta quarta-feira