Compartilhe

Pesquisadora da UFPB cria mecanismo que pode evitar aumento da conta de luz

Por Jornal da Paraíba    Sábado, 8 de Junho de 2019


Uma pesquisa realizada pelo Laboratório de Recursos Hídricos e Engenharia Ambiental (Larhena) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) criou um novo modelo de previsão de vazão em reservatórios de usinas hidrelétricas. O método foi apresentado na tese de doutorado da pesquisadora Paula Karenina. A descoberta pode beneficiar consumidores de energia elétrica com a redução na conta de luz.

O novo modelo proposto demonstra precisão nas projeções de vazão no período de até um ano. Sabendo quanto tempo o volume demora a subir novamente, as empresas de distribuição de energia elétrica podem evitar aumentar o valor das contas em tempos de baixa nos volumes das bacias.

De acordo com a pesquisadora, o setor de energia hídrica corresponde a 90% da energia elétrica produzida no Brasil e é diretamente dependente do volume de água nos reservatórios e das previsões de vazão, que permitem às usinas saber quando abrir e fechar a passagem de água nos reservatórios.

O método da pesquisa foi aplicado no reservatório do Xingó, situado entre Sergipe e Alagoas, na bacia do Rio São Francisco, e continua sendo testado em reservatórios de outros rios para demonstrar a adaptação do modelo às diferentes vazões e tipos de bacias. O modelo já se encontra pronto para ser utilizado por usinas hidrelétricas.

« Voltar

INUSITADO

Zebra rara com bolinhas no lugar de listras é fotografada no Quênia e faz sucesso na internet

TARDE DEMAIS

NASA admite ter detectado asteroide pouco antes de sua colisão com a Terra

Veja também...

Bruna Jaeger

Super ousada, ela faz o ensaio faz quente do ano

NA PARAÍBA

Pesquisador da UFPB cria aplicativo para facilitar tratamento de crianças autistas

NA CAPITAL

Prefeito de Malta entrega autorização das doações da população ao Hospital Laureano