Compartilhe

Arqueólogos acham restos mortais de 50 crianças

Por Notícias ao Minuto    Segunda-Feira, 11 de Junho de 2018


Restos mortais de mais de 50 crianças foram encontrados por um grupo de arqueólogos no setor Pampa La Cruz, em Huanchaco, no município costeiro de Trujillo, no Peru. As vítimas teriam sido oferecidas em ritual da cultura pré-colombiana chimu, na costa norte do país. “Até o momento encontramos os restos mortais de 56 crianças que foram sacrificadas pela cultura chimu”, declarou à AFP o arqueólogo Gabriel Prieto.

Ainda de acordo com Prieto, agora, confirma-se que é o maior sacrifício de crianças do mundo. “Tranquilamente, neste novo espaço, podemos dobrar o número de restos mortais que encontramos em Huanchaquito”, disse, acrescentando que as crianças, entre 6 e 14 anos, foram encontradas no início de maio.

“O interessante do tema é que foram sacrificados com um corte no esterno e mostram as costelas abertas assim como em Huanchaquito”, comentou o arqueólogo da Universidade Nacional de Trujillo. “Reforça-se que Huanchaco foi um local onde foram feitos sacrifícios maciços de crianças durante a cultura chimu”, acrescentou.

 

« Voltar

NO BRASIL

Descendente de escravos morre aos 113 anos em Mato Grosso

INCRÍVEL

Jovem sofre amputação de parte de polegar por causa do vício de roer unhas

Veja também...

SUCESSO TOTAL

Kevin Ndjana é escolhido pelo público e é um dos semifinalistas do The Voice Brasil

FORA DE JOGO

Jogadores da Série A passam por 54 cirurgias em 2018. Veja comparação

BELEROFONTE

Patoense presidente da Asdef admite ter transferido dinheiro da associação para sua conta pessoal