Compartilhe

Jovem sofre amputação de parte de polegar por causa do vício de roer unhas

Por Extra    Sexta-Feira, 7 de Setembro de 2018


Courtney Whithorn começou a roer unhas quando estava no ensino médio e sofria bullying. O mecanismo de defesa acabou virando um hábito. Depois, um vício. Em 2014, a inglesa que mora em Gold Coast (Austrália) chegou a arrancar toda a unha de um dos polegares.

Logo depois disso, ela notou que o dedo começou a escurecer. Mas Courtney conseguiu esconder o problema de parentes e amigos.

Até que em julho deste ano, a inglesa, de 20 anos, foi diagnosticada com um tipo de câncer no polegar que tem ligação ao vício de roer unhas e aos traumas por ele provocados.

A estudante universitária foi submetida a quatro cirurgias, contou reportagem do “Sun”. Mas elas não deram certo. Foi após uma delas, com cirurgião plástico em Sydney (Austrállia), que parte do tecido retirado foi enviado para biópsia. O resultado apresentou a presença de melanoma.

Recentemente, Courtney teve que amputar parte do polegar direito para deter o avanço do câncer.

Courtney antes da amputação
Courtney antes da amputação Foto: Reprodução/Facebook(Courtney Belle Whithorn)

“Quando descobri que roer unhas era a causa do meu câncer, eu fiquei despedaçada”, contou a jovem. “Eu mantinha o polegar escondido com o punho fechado, pois não queria que ninguém visse, mesmo os meus pais. Até que resolvi mostrar neste ano”, acrescentou ela.

Courtney teve que trancar matrícula na Griffiths University para tratar a doença. Ela também terá que reaprender a escrever, uma de suas paixões.

O vício de roer unhas – associado a quadros de ansiedade, estresse e nervosismo – tem nome técnico: onicofagia.

Extra

« Voltar

NO BRASIL

Descendente de escravos morre aos 113 anos em Mato Grosso

NA RÚSSIA

Arqueólogos descobrem cavalo de 30 mil anos atrás praticamente intacto

Veja também...

CONVITE

Mulher Melão aparece em foto ousada na cama e recebe proposta: 'Casa comigo'

EXUBERANTE

Luciana Vendramini capricha no carão com look supersexy

NA BERLINDA

Afastado da Federação, Nosman Barreiro volta a ser julgado pelo STJD